Blog do Dresch

28 de julho de 2018

Túlio, aos 49, volta aos gramados

O mais longevo jogador de futebol em ação no Brasil, está de volta aos gramados. Túlio Maravilha, aos 49 anos, faz sua estreia, neste Domingo (29) no Atlético Carioca, de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, que enfrenta o Brasileirinho, pela série C (equivalente à Quarta Divisão) do Campeonato Estadual. A partida, que tem Túlio como maior atração, está marcada para as 15h, no estádio Alzirão, em Itaboraí. Como sempre o atacante, que já passou por inúmeros times brasileiros, inclusive aqui em Alagoas, promete o “Gol Superação” para a torcida.

Após a Copa, ele está de volta 2

Túlio participou do primeiro treino, na última quarta-feira e fez a diferença, com duas assistências e um gol. Na quinta, no primeiro amistoso contra o Bela Vista ele passou em branco, já que o jogo terminou 4 a 0 para o adversário. “Estou muito bem, já vinha fazendo treinamentos funcionais e específicos em Goiânia. Agora é só conhecer e entrosar com os companheiros e me ambientar melhor ao time” afirmou Túlio Maravilha.

Os custos da intervenção

A intervenção federal no estado do Rio de Janeiro decretada em 16 de fevereiro deste ano não conseguiu, até o momento, resultados positivos no combate à violência desenfreada. Nesta semana, o Gabinete da Intervenção divulgou a lista de equipamentos que estão sendo comprados para os órgãos de segurança, incluindo armas, munição e veículos. O valor estimado chega a R$ 550 milhões distribuídos em 70 processos administrativos que entram na fase externa das licitações. A lista envolve: 24.235 coletes balísticos; 10.955 armamentos (fuzis, pistolas e espingardas); 1.132.000 munições de diferentes calibres; 1.350 veículos (radiopatrulha, pátamo, ônibus e transporte de presos; 46 itens para Polícia Técnica (Analisador de DNA, scanner tridimensional de local do crime e sistema automatizado de identificação de impressão digital); 7.000 unidades de proteção individual (capacetes, escudos, conjunto de roupa de aproximação; 190 itens de manutenção preventiva de veículos; 65 itens de materiais de salvamento (pranchas de resgate e conjunto de salvamento veicular entre outros; 268.847 peças de fardamento e manutenção de veículos blindados e não blindados.

A dívida de jogo

Até uma caminhonete modelo S-10, nova, de cor preta foi apreendida pela Operação Las Vegas, realizada pela Delegacia de Investigação e Capturas (Deic) com apoio do “Tigre”, que fechou quatro cassinos clandestinos na Ponta Verde e Jatiúca. O veículo foi deixado em um dos locais, para quitar uma dívida de jogo. Foram apreendidas dezenas de caça-níqueis, baralhos, fichas, roletas e demais equipamentos da jogatina. Funcionários, gerentes e até um cliente visitaram a delegacia.

A expansão da Aids

A cada três minutos, uma adolescente entre 15 a 19 anos é infectada com o HIV, segundo comunicado divulgado pela Unicef na 22ª Conferência Internacional da Aids que acontece em Amsterdã. “Na maioria dos países, mulheres e meninas não tem acesso ás informações e serviços necessários, nem têm oportunidade de recusar o sexo desprotegido” assinalou o comunicado da Unicef.

A expansão da Aids 2

No ano passado, 130 mil mortes de pessoas com menos de 20 anos estavam ligadas a Aids e 430 mil novas infecções por HIV aconteceram nessa faixa etária. A Unicef denunciou em relatório que “relações sexuais precoces, inclusive com homens mais velhos, relações forçadas, a relação da força que não permite dizer não, a pobreza e a falta de acesso aos serviços de aconselhamento e exames” em um apelo que pede a proteção de meninas e mulheres do mundo.

A expansão da Aids 3

De acordo com outra ONG, a Sociedade Internacional sobre Aids (IAS), quatro em cada de adolescentes africanas já sofreram violência física ou sexual de um homem. Ela denunciou ainda a ausência de uma política de prevenção contra essa violência e de proteção para a juventude desses países. Segundo a IAS “os jovens cresceram, se movimentam e esqueceram que o HIV é um risco e precisamos continuar a alertá-los”.

 

 

  • O governo Temer estima que poderá reduzir mais de R$ 10 bilhões através dos cortes feitos nos Programas Bolsa Família, aposentadoria por invalidez e auxílio-doença para, alega ele, cobrir o déficit assistencial.
  • Os cortes atingiram mais de 5,7 milhões de pessoas, sendo 5,2 milhões que recebiam o Bolsa Família e 478 mil do corte dos auxílios-doença e aposentadoria por invalidez.
  • O levantamento das supostas irregularidades foi feito pelo Comitê de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas, criado em 2016 e formado por representantes de diversos ministérios, Controladoria e Casa Civil.
  • Também estão sendo analisados outros programas institucionais, como Financiamento Estudantil (Fies), do seguro defeso (que garante um salário mínimo aos pescadores artesanais, durante o período de defeso) e ainda o Benefício de Prestação Continuada (BPC).
  • Os primeiros cortes começaram há dois anos, através do cruzamento de dados de programas sociais com o Bolsa Família. Ali concluiu-se que R$ 790 milhões eram pagos a pessoas que tinham uma renda mensal acima de R$ 178.