Edmilson Teixeira

10 de Maio de 2018

Em defesa do meio ambiente

Está previsto para esta quinta-feira, o encerramento de seis lixões de cidades situadas no Vale do Mundaú. Murici, Branquinha, União, Santana, São José da Laje e Ibateguara, essas cidades passam a cumprir a lei federal do Meio Ambienteem cumprimento ao que determina à legislação nacional que trata da gestão adequada dos resíduos sólidos, sobretudo com oencerramento  de vazadouros públicos. As devidas Prefeituras passam a bancar o serviço de transporte, além de 64 reais por tonelada de lixo, a ser processado no Centro de Tratamento de Resíduos- da região metropolitana, localizado no Pilar/Al.

Joaquim Gomes

Ontem, foi à vez da Prefeitura de Joaquim Gomes, que anunciou o fechamento de seu lixão a céu aberto. “A partir de agora, todo o material coletado em nossa cidade terá de ser enviado para o CTR –Centro de Tratamento de Resíduos localizado no município do Pilar, para que todo o lixo receba o tratamento necessário sem causar nenhum dano ao meio ambiente e sem afetar a saúde pública” comentou o prefeito Adriano Barros.    

Joaquim Gomes II

Ontem também, o prefeito Adriano Barros esteve na comunidade indígena da tribo Wassu Cocal. É que o Governo de Alagoas em parceria com a Prefeitura promoveu a 36ª edição do Dia D do Governo Presente. O projeto consiste em aproximar, integrar, levar cidadania e diversos serviços à população mais distante no oferecimento de serviços de saúde, com vacinação, teste de HIV; Cartão do SUS; emissão da 1ª e 2ª vias de carteira de identidade, CPF, e atividades de recreação para as crianças. 

Temporal

Uma notícia tranquilizou os coordenadores de defesa civil dos municípios reunidos na AMA: as chuvas intensas e contínuas que atingiram Alagoas no outono e inverno do ano passado não devem se repetir agora em 2018. A previsão foi apresentada pelo  meteorologista Vinícius Pinho, coordenador da Sala de Alerta da Secretaria de Meio Ambiente de Recursos Hídricos de Alagoas (Semarh).

Precaução

Mesmo assim, os municípios estão se preparando para evitar possíveis problemas como alagamentos e transbordo nos rios e lagoas. O prefeito de Marechal, Cacau, que presidiu a reunião disse que o momento é de prevenção. “E é isto que estamos fazendo, mesmo que as informações não nos mostrem um quadro preocupante. Os gestores sabem de suas responsabilidades e estão unidos, dando um passo à frente para evitar tragédias” alertou.

Calote  

Um ano após a enchente, o prefeito de Marechal disse que todas as exigências federais foram cumpridas e até agora as cidades não receberam recursos federais e estão recuperando escolas e áreas danificadas a duras penas. “Os prazos são curtos para o preenchimento do FIDE, que é o relatório de desastre, mas a velocidade não é a mesma para a contrapartida”, disse Cacau.

Creche

Pelo interior de Alagoas o que muito se ver são obras de creches abandonadas. Alguns prefeitos que enfrentam esse problema discutiram esse assunto na sede da AMA na última segunda-feira, junto com o Governo do Estado, que despertou interesse de encontrar uma solução para o caso.

Promessa

Segundo a arquiteta do Serviço de Engenharia do Estado de Alagoas (Serveal), Jacqueline Moura, será feito um levantamento para saber a realidade de cada local. “O Governo do Estado quer saber a situação para arrumar um jeito de financiar o que falta nas obras”, afirmou.

Números

Hoje, são 24 creches com obras inacabadas ou em andamento em 20 municípios. Pedro Ferro, gerente de Apoio Institucional da AMA, explicou que essa primeira reunião serviu para que os representantes dos municípios levassem a documentação e tirassem as principais dúvidas. “Identificamos que outros municípios também estão com creches inacabadas, por isso será enviado um check list para os 102 municípios”, afirmou Pedro Ferro. Um segundo encontro será marcado após a entrega das informações.

Piaçabuçu

Dinheiro para festas não é problema para as Prefeituras alagoanas que se dizem que estão em crise financeira. Um mega-evento está sendo montado, por exemplo, para o último dia deste mês, em  Piaçabuçu. É que nos seus 136 anos de emancipação política no próximo dia 31, estão sendo anunciados os nomes de Devinho Noaves, Luanzinho e a banda “O Reino”.

Piaçabuçu II

Segundo os organizadores, como a data coincidiu com o feriado de Corpus Christi, os shows musicais acontecerão no dia 1º de junho, uma sexta-feira, como forma de não atrapalhar as ações que serão desenvolvidas pela igreja católica no dia santo. “Os shows serão realizados na Praça da Prefeitura em uma superestrutura de som, palco e iluminação” disse um assessor.

Santana do Mundaú

A quadra da Escola Pequeno Príncipe  ficou repleta de pessoas durante toda esta terça-feira, em virtude do  dia “D” do projeto Governo Presente. A iniciativa do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura, através da integração de todas as secretarias municipais, levou serviços de cidadania à população, como emissão das carteiras de identidade e de trabalho, CPF, cartão do SUS, atendimentos de saúde com testes de DST, HIV, vacinação, além de outras ações de orientação, prevenção e conscientização. As crianças também tiveram atenção. No local, atividades lúdicas e muitos brinquedos envolveram os pequenos.

Santana do Mundaú II

Para o prefeito Arthur Fretas, a ação promove cidadania, oferecendo diversos serviços com mais facilidade, rapidez, atenção e com a possibilidade de se resolver tudo em apenas um dia. “Foi um dia animador. A população atendeu ao chamado e usufruiu dos serviços em saúde, educação, além da emissão de documentos, e outras tantas atividades promovidas neste grande trabalho que une Prefeitura e Governo do Estado. O governador Renan Filho está de parabéns por este projeto que tem o propósito de melhorar a vida de tantas pessoas”, destacou.