Saúde

19 de janeiro de 2021 11:25

“Não há audiência para o que não presta”, diz Renan Filho sobre negacionismo à vacina

Para governador que é contra a vacina deve mudar de ideia quando souber do processo de imunização

↑ Foto: Edilson Omena

O governador de Alagoas, Renan Filho, durante solenidade que marcou o início da imunização no estado, na manha desta terça-feira (19), comentou sobre o negacionismo da vacina que envolve uma parcela pequena da população.

“Essa parcela não quer tomar a vacina, se fosse o contrário, não estaria essa audiência. O que não presta não dar audiência, não a fila para o que não presta, só há fila para o que funciona. Não se vacinar é não acreditar na vacina e na ciência negacionista. Não estamos mais na Idade Média, onde tinha gente que dizia não tomava remédio porque iria morrer, não ia ao médico, isso acabou há muito tempo atrás”, observou o governador.

Ainda segundo ele, antes da ciência evoluir até pessoas foram queimadas quando diziam o que outros não queriam ouvir, hoje não tem mais espaço para isso. O que tranquiliza Renan Filho é que essa parcela menor da população que tem dúvidas com relação a vacina vai mudar quando começar a divulgar o processo de imunização.

“Quando essa pequena parcela começar a ouvir que fulano está imune não pega mais, os profissionais de saúde estão imunes, os índios não morrem mais, ai sim vai aumentar a fila. O importante no Brasil não é essa questão agora, o momento é de quando nós vamos ter a vacina para imunizar o nosso povo, essa é a batalha mais importante do momento é a batalha que nós temos que vencer agora”, mencionou Renan Filho.

Fonte: Tribuna Hoje / Ana Paula Omnea l Lucas França

Comentários

MAIS NO TH