Política

22 de fevereiro de 2021 17:46

Gestão afirma que não deixou nenhum ‘’rombo’’ financeiro nas contas do município

Segundo assessoria de comunicação, Prefeitura deixou em caixa mais de R$ 1 bilhão, entre recursos próprios, federais, de convênios e outros

↑ Rui Palmeira, ex-prefeito de Maceió (Foto: Arthur Melo/Arquivo)

A assessoria de comunicação do ex-prefeito de Maceió, Rui Palmeira, diz que a gestão não deixou qualquer coisa que possa caracterizar um “rombo” financeiro nas contas do município.

A nota, enviada à imprensa nesta segunda-feira (22), é em resposta à matéria publicada no jornal semanal impresso Gazeta de Alagoas do último fim de semana que reafirma que a Gestão Rui Palmeira teria deixado uma dívida de R$ 332 milhões – uma outra reportagem publicada no mesmo veículo já havia anunciado a dívida em janeiro. Nesta, o atual prefeito de Maceió, JHC, anuncia a auditoria nas contas da pasta da Saúde, como foi feito na de Iluminação Pública.

A Gestão Rui Palmeira esclarece que diferente de grande parte das administrações municipais brasileiras, Maceió encerrou 2020 com os salários dos servidores efetivos, inativos, pensionistas e comissionados pagos, incluindo o décimo-terceiro salário de todos eles, férias e outros benefícios do funcionalismo dentro do exercício do ano passado.

‘’É sabido que entre 95% a 98% dos municípios em nosso país enfrentam dificuldades financeiras sérias, com cada vez mais responsabilidades ao longo dos últimos anos sem a devida contrapartida financeira por parte do Governo Federal, e Maceió não está fora desse cenário. Mesmo assim, em oito anos, o então prefeito Rui Palmeira nunca atrasou a folha dos servidores, pagando-a sempre em dia e no mês trabalhado. Além disso, demandas históricas, que se arrastavam desde gestões passadas, foram sanadas, equacionadas ou estão encaminhadas, sendo, inclusive, acompanhadas pelos órgãos de controle, como o Ministério Público de Contas e o Ministério Público Estadual’’, ressalta trecho da nota.

Ainda segundo a assessoria de comunicação da Gestão Rui Palmeira afirma que deixou em caixa mais de R$ 1 bilhão, entre recursos próprios, federais, de convênios e outros.

‘’Todo o processo de transição com os dados financeiros e administrativos do município foi documentado e entregue à gestão do prefeito JHC, assim como ao Ministério Público Estadual, de forma transparente e responsável, nortes que conduziram a administração do então prefeito Rui Palmeira em seus dois mandatos’’.

Outro trecho da nota deseja uma boa gestão para os novos gestores. ‘’Outrossim, o ex-prefeito Rui Palmeira espera que os novos gestores de Maceió se conduzam mais pela responsabilidade e trabalho para vencer os desafios que a capital alagoana exige, e menos pelas questões políticas e eleitoreiras’’.

 

Fonte: Da redação

Comentários

MAIS NO TH