Política

30 de outubro de 2020 09:51

Maranhenses vão realizar ‘jesuszaço’ contra Bolsonaro e a homofobia em São Luís

Protesto ocorre em resposta ao comentário homofóbico do presidente em visita ao estado

↑ Jair Bolsonaro em live tomando Guaraná Jesus (Foto: Reprodução)

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA) afirmou nas redes sociais que maranhenses planejam realizar um ato na tarde desta sexta-feira (29) em homenagem ao guaraná Jesus, refrigerante típico do estado, e contra o presidente Jair Bolsonaro. A manifestação, batizada por ele de “jesuszaço”, ocorre na praça Deodoro, no Centro de São Luís.

“Parabéns à moçada que amanhã à tarde vai ocupar a Deodoro com o ‘jesuszaço’ para homenagear o guaraná Jesus e protestar contra Bolsonaro, o preconceito, a homofobia”, escreveu Jerry no Twitter.

O protesto acontece em resposta ao comentário homofóbico feito por Bolsonaro em visita ao Maranhão, nesta quinta-feira (29). “Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse o presidente entre risos, a pessoas próximas. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, emendou depois Bolsonaro, mostrando a bebida. Enquanto isso, sua equipe fazia uma transmissão ao vivo em suas redes sociais.

No mesmo dia, o governador do estado, Flávio Dino (PCdoB), disse que processaria Bolsonaro pelo comentário e convocou a população do estado a beber guaraná Jesus como forma de protesto.

“Transmitam isso adiante, o Brasil está precisando de energia patriótica, de otimismo, de esperança. Vamos todos hoje à noite comemorar essas conquistas tomando guaraná Jesus, que é o guaraná do povo do Maranhão. Vocês vão lá, tomem guaraná Jesus, faz bem, a gente serve pros visitantes, até pra visitantes mal-educados, que não tem Jesus no coração”, disse o mandatário durante um evento online sobre Educação.

Fonte: Revista Fórum / Luisa Fragão

Comentários

MAIS NO TH