Política

14 de julho de 2020 08:12

Incomodou porque ‘bateu em perna quebrada’ do governo, diz Gilmar Mendes sobre militares

Ministro do STF afirmou que Exército se associou a um "genocídio", ao criticar militares na Saúde e atuação da gestão Bolsonaro na crise do coronavírus

↑ Ministro Gilmar Mendes (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou a pessoas próximas que as Forças Armadas e integrantes do governo Jair Bolsonaro se incomodaram com a sua fala sobre os militares no Ministério da Saúde porque ela  “bateu em uma perna quebrada” da gestão.

Em uma live no último sábado (11), Gilmar Mendes afirmou que o Exército, que passou a ocupar a pasta, se associou a um “genocídio”, em crítica à forma como o governo atua na crise do coronavírus.

O ministro também disse a articuladores que recebeu com “tranquilidade” a informação de que será acionado na Procuradoria-Geral da República (PGR) pelo Ministério da Defesa. As informações foram reveladas pela coluna da jornalista Bela Megale, no jornal O Globo.

A fala do ministro também motivou uma nota do Ministério da Defesa, que a considerou “uma acusação grave, além de infundada, irresponsável e sobretudo leviana”.

Segundo a coluna, Gilmar também disse a pessoas próximas que não imputou crimes a ninguém em suas falas, mas que tem alertado que Bolsonaro e integrantes do governo podem ser acionados na Justiça pela conduta na pandemia.

Fonte: Revista Fórum

Comentários

MAIS NO TH