Política

3 de julho de 2018 11:15

Lula recorre ao STJ para Moro ouvir Taclan Duran

Oitiva já foi negada por quatro vezes

↑ Defesa do ex-presidente Lula ingressou com novo recurso no STJ proibição da tomada de depoimento de Tacla Duran, ex-advogado da Odebrecht, por Sérgio Moro (Fotos: Reprodução)

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ingressou, nesta segunda-feira (2), com um novo recurso junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) visando reverter a decisão do ministro Felix Fischer que ratificou a decisão do juiz Sérgio Moro e manteve a proibição da tomada de depoimento de Rodrigo Tacla Duran, ex-advogado da Odebrecht.

Moro já negou o pedido de oitiva de Dura em quatro ocasiões. As negativas foram mantidas pelo Tribunal Federal da 4ª Região (TRF-4) e, também por meio de decisão singular do STJ. Agora, a defesa de Lula pede que o novo recurso seja acolhido pela 5ª Turma da Corte.

“Destaca-se, no entanto, que a r. decisão monocrática proferida pelo Exmo. Ministro Relator Felix Fischer causou singular prejuízo ao AGRAVANTE, que se vê impedido de produzir prova essencial para demonstração da sua inocência, muito embora não seja este ônus que lhe caiba, em ato atentatório ao contraditório e à ampla defesa. Nesta hipótese, indubitável a pertinência desta via, tendo-se em conta o teor da r. decisão monocrática e à vista da dicção dos dispositivos legais acima apontados”, diz a defesa no recurso.

Leia a íntegra do recurso.

 

Fonte: Brasil 247

Comentários

MAIS NO TH