Política

6 de julho de 2017 01:45

Câmara de Arapiraca diz que greve é legal e declara apoio a professores

Documento foi assinado pelos 17 vereadores, na noite desta quarta-feira (5)

Um dia após anunciar o adiamento do recesso legislativo, como forma de prestar solidariedade ao movimento grevista dos trabalhadores e trabalhadoras da Educação, em Arapiraca, na noite desta quarta-feira (5), a Câmara de Vereadores emitiu uma nota oficial estendendo mais apoio à categoria.

Veja a nota na íntegra:

Diante da situação porque enfrenta o setor educacional de Arapiraca, a Câmara de Vereadores,   emite nota à imprensa, segundo a qual, afirma que por intermédio da presente nota, vem a público externar sua mais profunda preocupação com a atual situação que passa a Educação em nosso Município.

É lamentável que até a presente data, já se tendo chegado ao segundo semestre de 2017, o ano letivo não tenha iniciado regularmente, trazendo, assim, incalculável prejuízo à sociedade arapiraquense e a toda a uma geração de crianças e jovens estudantes vinculados à rede municipal de ensino.

Na mesma linha, lamenta ainda esta Casa e todos os seus vereadores, que o Executivo Municipal, mesmo diante da situação apresentada, não tenha ainda conseguido envidar esforços suficientes para solucionar a justa paralisação iniciada pelos educadores municipais há mais de dois meses.

Entende este Legislativo, que as reivindicações salariais apresentadas pelos professores municipais são legítimas, assim como legal é o movimento grevista por eles deflagrado, tendo tal legalidade sido, inclusive, judicialmente reconhecida.

Desse modo, diante do quadro apresentado, considerando que a educação deve sempre ser prioridade em todo e qualquer governo ou gestão, bem como seus abnegados profissionais precisam ser valorizados e tratados com o devido respeito, a Câmara de Vereadores de Arapiraca, por ser a Casa do povo arapiraquense e a caixa de ressonância dos anseios sociais, não poderia jamais, deixar de dar apoio e se colocar à disposição dos professores, dos pais e dos alunos da rede pública municipal de ensino para atuar, junto ao Poder Executivo local, com a finalidade de que seja encontrada, o mais breve possível, uma solução aceitável para o impasse em questão.

Arapiraca, 5 de julho de 2017

Os vereadores.

 

Comentários

MAIS NO TH