Política

18 de maio de 2017 08:05

Deputados estaduais reclamam do número de vetos do governo

Líder do governo na Casa de Tavares Bastos, o deputado Ronaldo Medeiros (PMDB) fez críticas a atuação da Procuradoria Geral do Estado

Deputados estaduais reclamaram ontem dos recorrentes vetos, por parte do governo estadual, em projetos de autoria da Assembleia Legislativa.

Quem iniciou o debate foi o deputado Tarcizo Freire (PP) durante a discussão acerca de um veto em um projeto que trata da instalação de pontos sonoros no interior de coletivos.

“Qual é a ilegalidade em se pleitear junto ao governo estadual a acessibilidade para quem é cego? Não dá para entender essa rejeição. Para que está servindo a Assembleia Legislativa do Estado? Nós sabemos quais são as nossas atribuições, as nossas áreas de atuação, porém, existe a necessidade de rediscutir isso aqui no parlamento, pois não é vetado os projetos enviados pelo Executivo”, discursou o parlamentar ao se referir ao projeto de autoria do deputado Gilvan Barros Filho, do PSDB.

Gilvan Barros Filho, por sua vez, destacou que ao colocar o projeto de lei para discussão e votação na ALE, teve todo o cuidado para não ferir ao que determina a lei.

“Em outros estados, este mesmo projeto já se tornou lei. Queremos discutir a questão da acessibilidade Quando fiz a defesa deste projeto, busquei todos os meios para saber da sua viabilidade”, argumentou o parlamentar.

Líder do governo na Casa de Tavares Bastos, o deputado Ronaldo Medeiros (PMDB) fez críticas a atuação da Procuradoria Geral do Estado (PGE). De acordo com Medeiros, há um conservadorismo na PGE ao tratar do que é aprovado pelos deputados estaduais.

“Venho criticando há muito tempo esse conservadorismo na Procuradoria Geral do Estado. A postura adotada na PGE prejudica muito os trabalhos dos deputados estaduais que aprovam projetos importantes para a dinâmica do governo alagoano. De fato, precisamos saber o que realmente está ocorrendo”, disse.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH