Política

13 de março de 2017 14:55

Estado anuncia convênio com a AMA para elaborar projetos nos municípios

Governo de Alagoas estabelece uma parceria institucional para criar banco de projetos

Durante o encontro da Associação dos Municípios Alagoanos, o governador Renan Filho enfatizou sua parceria e apoio à pauta municipalista. Ele citou projetos que melhoram a vida do alagoano que vivem nos municípios, a exemplo do Pró-Estrada, que recupera as vias de acesso e rodovias que integram regionalmente as localidades, em 2017 serão 300 quilômetros em toda Alagoas. De forma inédita, o Governo do Estado fará um convênio para viabilizar projetos que auxiliem os prefeitos.

O evento contou com as presenças do senador Renan Calheiros e dos ministros da Integração Nacional e Turismo, Helder Barbalho e Marx Beltrão.

O senador Renan Calheiros lembrou de pleitos dos municípios alagoanos que conseguiu que fossem atendidos pelo presidente Michel Temer, a exemplo dos recursos da repatriação que permitiu que muitos prefeitos fechassem as contas, evitando um agravamento da crise nos municípios. “Temos obras em todos os municípios de Alagoas”, afirmou o parlamentar.

“A presença dos ministros é muito importante. O Turismo, por exemplo, gera emprego, diversifica nossa economia. Por outro lado, o auxílio contra os efeitos da seca vem através do Ministério da Integração Nacional, que permite que a gente faça obras estruturantes para ajudar Alagoas. Alagoas está de pé, ajudando os municípios a se desenvolver, reunindo as condições necessárias para investir naquilo que os municípios precisam”, afirmou o governador.

Dentro desta agenda positiva de ações propostas estão a perfuração de poços, avanço do Canal do Sertão, operação carro-pipa, adutoras do Alto Sertão, Bacia Leiteira e de Estrela de Alagoas. Obras tocadas pelo Governo de Alagoas, algumas com apoio financeiro do Governo Federal, que mostram a presença do Estado nos municípios minimizando os efeitos da estiagem prolongada. Sem contar as obras de abastecimento de água tocadas pela Companhia de Abastecimento de Alagoas (Casal) em todas as regiões de Alagoas.

Apesar dos investimentos estaduais, Renan Filho compreende que é preciso que os entes trabalhem juntos – União, Estado e Municípios. “Trabalhando integradamente, elencando recursos, viabilizando projetos, organizando demandas, articulando politicamente os caminhos. Tudo isso contribui para que Alagoas avance mais rápido”, exemplificou o governador.

Durante discurso, o Estado vai firmar convênio de R$ 1 milhão para a elaboração de projetos. É a primeira vez que o Governo de Alagoas estabelece uma parceria institucional para criar um banco de projetos para servir os municípios.

O ministro Marx Beltrão solicitou que os prefeitos se inscrevam no Sistema Nacional de Convênios (Siconv) para facilitar o trabalho de direcionamento de verbas. “Quero que me deem trabalho”, citou o ministro do Turismo.

Por sua vez, Hélder Barbalho falou em recursos federais disponíveis para o Nordeste. Ele sugeriu buscar recursos de fundos financeiros para sanear projetos, como o Fundo de Desenvolvimento do Nordeste, do Banco do Nordeste – recursos sem contingenciamento. Sobre as iniciativas de resposta ao colapso hídrico, o ministro da Integração assegurou que ações estruturantes estão garantidas, como o trecho 4 do Canal do Sertão.

“Daremos nos próximos dias a ordem de serviço do trecho 5. São mais de R$ 500 milhões em recursos”, explicou Barbalho, confirmando que o presidente Michel Temer priorizou o Sertão no encaminhamento de recursos.

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

MAIS NO TH