Polícia

15 de junho de 2021 17:15

PRF prende duas pessoas e recupera um veículo roubado nas rodovias de Alagoas

Os crimes aconteceram nas cidades de São Miguel dos Campos e Satuba

↑ Foto: Ascom PRF/AL

Duas pessoas foram presas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Alagoas. Entre os casos estão: porte de droga para consumo e receptação. Os flagrantes se deram nas BR’s – 101 e 316.

O primeiro caso aconteceu na noite de ontem (14), às 23 horas. Uma equipe realizava fiscalização no trecho quando deu ordem de parada a um veículo de carga.

Durante a verificação pessoal e veicular, os policiais identificaram que o disco registrador do cronotacógrafo estava vencido, não sendo possível saber qual o tempo de direção e descanso do condutor.

Geralmente os caminhoneiros fazem o uso de anfetaminas, que são drogas comumente utilizadas para inibir o sono, a fim de reduzir o tempo de viagem. Desta forma, as chances de ocorrer um acidente de trânsito fatal aumentam.

Indagado sobre a presença de substâncias ilícitas no veículo, o homem entregou uma cartela que continha 06 unidades de Nobésio extra forte, que estava no bolso de sua bermuda. Os agentes ainda encontraram mais uma cartela com 05 unidades na cabine do caminhão.

Diante das informações, foi lavrado um TCO pelo crime de porte de droga para consumo. O homem deve comparecer em juízo quando solicitado.

A outra prisão ocorreu na manhã de hoje (15), às 11h30. Os policiais abordaram um veículo Mmc/Pajero, de cor prata, placa de Parnamirim/RN, com um ocupante.

Após a abordagem, os agentes iniciaram os procedimentos de verificação do veículo, momento em que foi constatado que o carro possuía sinais de adulteração.

Em consultas ao sistema, foi identificado que o veículo original, era do Município de Paulo Afonso/BA e que tinha uma queixa de roubo/furto, datada em 08/05/2014, registrada em Lagoa da Canoa/AL.

Ante evidências, o homem foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes de Maceió para procedimentos cabíveis. Ele vai responder pelo crime de receptação.

Fonte: Ascom PRF/AL

Comentários

MAIS NO TH