Polícia

8 de julho de 2019 16:05

Torcedor de organizada do CRB suspeito de balear integrantes de torcida do CSA é detido

Jeanderson Jorge Silva Santos, de 29 anos, conhecido como 'Neguinho da Comando' foi detido esta semana

↑ Delegado Robervaldo Davino, titular do 6º Distrito da Capital (Foto: Ascom / PC-AL)

Agentes da Polícia Civil, do 6º Distrito da Capital, comandados pelo delegado Robervaldo Davino, prenderam esta semana Jeanderson Jorge Silva Santos, 29 anos, conhecido como “Neguinho da Comando” (integrante da torcida Comando Vermelho, do CRB).

Ele teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Sóstenes Alex, titular da 2ª Vara Criminal da Capital, após ter sido indiciado pela Polícia Civil, como suspeito de ser o autor de uma tentativa de homicídio contra dois jovens, integrantes de uma torcida rival, a “Mancha Azul”, do CSA.

O atentado aconteceu em 26 de setembro de 2011, quando as vítimas estavam no Conjunto José Tenório, bairro da Serraria, em Maceió, vestidos com a camisa da Mancha, e foram atingidos por tiros que partiram, segundo testemunhas, de um veículo Corsa, de cor preta.

De acordo com o delegado Robervaldo Davino, as vítimas reconheceram o suspeito como autor do crime.

Em 2009, Jeanderson Jorge, então com 20 anos, foi preso no bairro de Mangabeiras, em Maceió. Jovem de classe média e filho de um microempresário do ramo de vidraçaria, ele teria cometido assalto a uma mulher e depois feito vítima, também, o marido dela.

Ambos foram abordados perto de casa, numa rua paralela à Avenida João Davino.

Em agosto de 2018, o suspeito foi preso suspeito de ter participado de uma tentativa de homicídio, ocorrida no Tabuleiro do Martins, também em Maceió. A vítima, um rapaz de 24 anos, foi atingida com um tiro no braço esquerdo.

Jeanderson é ainda investigado como suspeito de ter participado de um atentado à bala contra dois torcedores do Santa Cruz, feridos, em 23 de maio de 2017, no bairro de Jacarecica, em Maceió. As vítimas assistiram à partida do clube contra o CRB e voltavam para Recife.

Fonte: Ascom PC/AL

Comentários

MAIS NO TH