Polícia

12 de dezembro de 2018 12:02

Jovem é presa suspeita de liderar fraudes em instituições financeiras

Três pessoas estariam atuando contraindo empréstimos com documentos falsos

Uma operação integrada deflagrada pelas delegacias do 116º Distrito Policial (DP) de Murici e 23º DP de Pilar, da Polícia Civil (PC), coordenada pelos delegados Gustavo Henrique e José Carlos, com apoio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), prendeu três pessoas de um grupo criminoso responsável em cometer fraudes contra instituições financeiras, nesta terça-feira (11).

A PC, por meio do 116º DP de Murici, começou a investigação após a prisão em flagrante de Railda Carvalho de Albuquerque, 54 anos, ocorrida no dia 31 de outubro deste ano, por estelionato e uso de documento falso, quando tentava contrair um empréstimo junto a uma instituição financeira na cidade, de forma fraudulenta, usando documento falso em nome de uma pensionista do INSS.

De acordo com o delegado Gustavo Henrique, a líder do grupo, Thaisy Davilla da Silva, 27 anos, foi presa em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Vara criminal da Comarca de Murici, interior de Alagoas. Ela estava hospedada numa pousada na barra de São Miguel há cerca de 20 dias, foragida, pois sabia da existência do mandado de prisão em seu desfavor.

“As investigações demonstraram que o grupo criminoso atuava com o seguinte modus operandi: pessoas recrutadas por Thaisy, utilizando-se de documentos falsos em nome de aposentados ou pensionistas do INSS, formalizam contratos de empréstimos consignados fraudulentos junto a instituições financeiras. Foi levantando que entre esses “empréstimos” concretizados e tentados, os valores giram em torno de R$ 300 mil”, frisou o delegado.

A Polícia Civil informou que Thaisy trabalhou com empréstimos consignados durante muito tempo e, dessa forma, detém os conhecimentos necessários para orquestrar as ações criminosas.

Enquanto agentes do 116º DP de Murici cumpriam o mandado de prisão contra Thaisy na Barra de São Miguel sob a coordenação do delegado Gustavo Henrique, na manhã desta terça-feira (11), policiais civis do 23º DP de Pilar, coordenados pelo delegado José Carlos, prenderam em flagrante Maria Verônica da Silva, 41 anos, que tentava aplicar o mesmo golpe, sob a coordenação de Thaisy, junto a uma instituição financeira daquela cidade, fazendo uso de documento falso em nome de outro aposentado.

Na ação policial, também foi preso em Pilar José Cícero da silva, 23 anos, que segundo a investigação da Polícia Civil, tinha a função de transportar os estelionatários até as agências bancárias, para a aplicação do golpe.

“Durante a prisão de Thaisy foram apreendidos um caderno e uma agenda contendo várias anotações que reforçam as provas técnicas produzidas ao longo da investigação acerca do esquema criminoso”, concluiu o delegado Gustavo Henrique.

Fonte: Ascom PC/AL

Comentários

MAIS NO TH