Polícia

22 de setembro de 2018 08:49

Sexto Batalhão da PM intensifica operações na divisa com Pernambuco

Organizações criminosas usam a facilidade de locomoção entre as cidades de Maragogi e São José da Coroa Grande, divisa de Alagoas e Pernambuco

↑ Operação é de combate ao crime organizado, especialmente contra o tráfico de drogas (Foto: Divulgação)

O combate ao crime organizado, especialmente contra o tráfico de drogas, onde organizações criminosas usam a facilidade de locomoção entre as cidades de Maragogi e São José da Coroa Grande, divisa de Alagoas e Pernambuco, é o principal motivo para a intensificação das operações do 6º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Maragogi e que levou dezenas de policiais para as estradas na manhã de sexta-feira (21).

Durante este período, ao longo da rodovia AL-101 Norte, no povoado de Peroba e especialmente no posto de bloco na divisa com Pernambuco, dezenas de militares do 6º Batalhão e do Pelopes já estavam nas ruas logo cedo. O comando, que vem intensificando as ações de fiscalização ao longo da divisa entre os dois estados, tenta coibir o tráfico de drogas que vem crescendo assustadoramente na região.

A sexta-feira foi escolhida propositalmente para a operação devido ao aumento do fluxo de turistas, que cresce no fim de semana. Os policiais estiveram na base do 6º BPM em Peroba, onde fizeram ações ostensivas e preventivas. Depois a operação aconteceu na divida, com abordagem de pedestres e de carros.

A região conhecida como Mata Sul pernambucana, que apresenta altos índices de criminalidade devido à presença de várias facções criminosas que controlam o tráfico de drogas, gera preocupação as autoridades de segurança de Alagoas desde o ano passado quando dezenas de crimes aconteceram em Maragogi e São José da Coroa Grande, envolvendo a guerra entre facções.

O comandante do 6º BPM, major Palmeira, explicou que as ações ocorrem constantemente no distrito de Peroba para não deixar que armas e drogas entrem em Alagoas por meio da divisa com Pernambuco. As ações, que acontecem diariamente por várias vezes, são intensificadas nos fins de semana e devem aumentar com a chegada da alta temporada.

Fonte: Tribuna Independente / Texto: Claudio Bulgarelli – Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH