Polícia

10 de setembro de 2018 17:46

Fim de semana violento nas cidades da Região Norte de Alagoas

Jovem foi assassinado no pacato Povoado do Toque, na Rota Ecológica dos Milagres

↑ Cisp de Milagres (Foto: Claudio Bulgarelli / Arquivo)

O assassinato de um jovem na manhã desta segunda-feira (10), no povoado do Toque, em São Miguel dos Milagres, fecha o feriado prolongado de 7 de setembro como um dos mais violentos na região Norte de Alagoas. Passava de 10 da manhã desta segunda quando um jovem foi assassinado no pacato Povoado do Toque, na Rota Ecológica dos Milagres, assustando moradores. O suspeito de cometer o crime fugiu logo após a ação criminosa.

A vítima foi identificada como Alan Diego Pinto, de 25 anos. Ele morava no povoado do Toque. Policiais do 6º Batalhão da Polícia Militar (6º BPM), lotados no Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) foram até o local do crime e constataram o fato. Buscas foram realizadas para tentar capturar o suspeito, mas não conseguiram prender o acusado. A Polícia Civil vai investigar quais os motivos que levaram o acusado a cometer o crime e quem é o autor do homicídio.

Em Japaratinga, um homem foi acusado de esfaquear a ex-esposa enquanto ela estava com o filho no colo. O caso foi registrado no final da tarde do domingo, no sítio Paraíso, zona rural da cidade. O caso ocorreu na véspera de aniversário da vítima.

De acordo com a vítima, a tentativa de homicídio foi cometida por Josivaldo Leandro da Silva, seu ex-marido. A mulher disse que o acusado fugiu em uma motocicleta modelo cinquentinha, após esfaqueá-la. A mulher estava com o filho no colo e ele também foi atingido.

Já em Porto Calvo, foi o contrário, onde uma mulher esta sendo acusada de esfaquear o companheiro. A tentativa de homicídio também foi no domingo, no bairro Mangazala. O idoso, identificado como José Armando Filho, de 71 anos, foi encaminhado para o Hospital Municipal São Sebastião. Policiais do 6º Batalhão foram até o hospital de Porto Calvo e firam informados que o crime foi praticado por uma mulher identificada apenas como “Josilene’, com a qual a vítima mantinha um relacionamento.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH