Polícia

27 de outubro de 2016 09:47

Operação de combate a estelionato em Marechal Deodoro detém militares

Além dos militares, vereadora foi levada sob medida coercitiva para prestar depoimento

↑ Suspeito foi levado ao Code (Foto: Sandro Lima)

Uma operação foi desencadeada na madrugada desta quinta-feira (27), em Marechal Deodoro, Região Metropolitana de Maceió, para cumprimento de mandados voltados para estelionato e parcelamento irregular de solo urbano. Policiais do Tigre, da Delegacia local, e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), cumpriram quatro mandados de prisão e mais cinco pessoas foram levadas à delegacia por medida coercitiva. Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Marechal Deodoro

De acordo com delegado Rodrigo Colombelli, de Marechal Deodoro, os policiais militares Eronildo dos Santos Costa, José Paulo Roque de Arcanjo, sargento Roque, o filho dele Icaro Roque de Arcanjo, além de José Luís da Silva e Jose Reinaldo de Sena, conhecido como “porquinho”, tinham mandados de prisão em desfavor.

Sob medida coercitiva, foram levados para interrogatório e explicações na delegacia a vereadora Larissa Sena (PHS), suas irmãs Livia e Luana de Sena, o advogado Valter Torres da Cunha e o subtenente PM Teobaldo de Almeida.

“O foco da operação é estelionato e o parcelamento irregular de solo urbano. Um cofre foi subtraído da casa do sargento Roque e também apreendemos dois veículos e documentos de veículos”, afirma o delegado Colombelli. Armas foram apreendidas, mas como têm registro serão devolvidas.

Os presos e os suspeitos foram para o Complexo de Delegacias Especializadas (Code), em Maceió. Os militares, segundo o delegado, irão para o Presídio Militar e os demais para o presídio comum.

Fonte: Tribuna Hoje com Ascom / SSP-AL

Comentários

MAIS NO TH