Interior

12 de agosto de 2020 11:04

Comunidade indígena Jeripankó será beneficiada e receberá taxa solidária do Centro Xingó

Repasse é entregue para apoiar ideias inovadoras e será feito nesta quarta-feira, 12

↑ (Foto: Ascom Seagri com IABS)

Acontecerá nesta quarta-feira (12), na sede da Cooperativa dos Pequenos Produtores Agrícolas – Bancos Comunitários de Sementes (Coppabacs), às 10h, o repasse da taxa solidária para o Banco Comunitário de Sementes da comunidade indígena Jeripankó, em Pariconha, Alagoas.

Arrecadada durante a realização do 6º Seminário Internacional ao Banco Comunitário de Sementes do Povoado Indígena Jeripankó, em Pariconha/AL. Os recursos serão utilizados para melhorias na infraestrutura do projeto e compra de equipamentos. A taxa é uma forma de o Centro Xingó de Convivência com o Semiárido (fruto da cogestão entre a Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura de Alagoas-SEAGRI/AL, e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade-IABS) apoiar iniciativas que trabalham em prol do desenvolvimento no sertão brasileiro.

Devido às dificuldades da pandemia, especialmente junto às populações indígenas do Brasil, a equipe do Centro Xingó realizará, de forma segura, a entrega dos recursos arrecadados na 6ª edição do Seminário, que foi em 2019. A cada ano, o Centro Xingó destina essa taxa a uma iniciativa diferente: em 2018 foi uma cooperativa de reciclagem; em 2017 de catadores; já em 2016 foi pra construção de canteiros econômicos com uma associação local.

Apoio desde 2016

A Taxa Solidária é uma contribuição voluntária desembolsada pelos participantes do Seminário Internacional de Convivência com Semiárido no momento da inscrição no evento. Desde 2016, o valor arrecadado é repassado para grupos, associações ou cooperativas que trabalhem em prol do desenvolvimento local e socioambiental na região do Semiárido brasileiro, contribuindo para uma convivência mais harmônica com a região.

Fonte: Ascom Seagri com IABS

Comentários

MAIS NO TH