Interior

25 de abril de 2019 18:18

Bugueiros derrubam parte do muro de condomínio em São Miguel dos Milagres

Muro construído no final do ano passado, segundo eles, também impede o acesso à praia de Milagres

↑ Muro quando foi levantado no ano passado (Foto: Divulgação)

A primeira grave consequência da manifestação dos bugueiros na manhã desta quinta-feira, que fecharam a AL-101 Norte em protesto contra uma decisão do IMA de interditar alguns trechos da praia do Patacho, foi a derrubada de um muro do condomínio dos Milagres, em São Miguel dos Milagres, construído no final do ano passado, que segundo eles, também impede o acesso à praia de Milagres.

A manifestação na Rota Ecológica ocorreu na manhã depois de uma decisão controversa do Instituto do Meio Ambiente de bloquear o acesso de veículos na Praia do Patacho, em Porto de Pedras. O IMA informou que o acesso, por onde os bugueiros faziam os passeios, é uma área de recuperação de vegetação nativa e por isso foi necessário tomar a medida. Os bugueiros discordam.

Depois da manifestação que deixou a AL-101 Norte interditada durante toda a parte da manhã, criando uma gigantesca fila de carros, os bugueiros se juntaram a outros manifestantes e decidiram pela derrubada do muro em São Miguel dos Milagres. Eles alegam que o equipamento também impede o aceso à praia.

O muro do Condomínio dos Milagres virou motivo de discórdia de bugueiros e barraqueiros contra o dono do terreno que leva a uma das praias mais famosas da região Norte de Alagoas e há um impasse no local.

Aproveitando a manifestação de hoje por conta do impedimento de circulação de veículos na Praia do Patacho, os manifestantes que estavam revoltados, decidiram derrubar parte do muro que impede a entrada na Praia de Milagres. Em outubro do ano passado, houve uma grande manifestação na entrada do povoado do Riacho, em São Miguel dos Milagres, contra a construção do condomínio e do muro.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH