Interior

11 de janeiro de 2019 17:49

Treminhões provocam acidentes na região norte de Alagoas e colocam condutores em perigo

Primeiro acidente aconteceu em São Luís do Quitunde e o segundo, em Porto Calvo

↑ Treminhão capotou em São Luís do Quitunde (Foto: Reprodução)

Em menos de 24 horas, dois caminhões que transportam cana para usinas da região norte de Alagoas por pouco não provocaram acidentes mais sérios ao capotarem na rodovia, carregados com a matéria-prima do açúcar e do álcool para moagem. O primeiro acidente aconteceu em São Luís do Quitunde e o segundo, em Porto Calvo, ambos na AL-105, rodovia usada diariamente para escoamento da produção até as usinas.

Na AL-105, em São Luís do Quitunde, um treminhão que levava cana para a Usina Santo Antônio, que é um tipo de caminhão usado para transporte pesado, que pode ser acoplado a mais três reboques em seu engate, longo mais de 50 metros e com capacidade para levar até 45 toneladas, tombou na pista, criando sérios problemas para a circulação e medo para motoristas que passavam pela rodovia.

De acordo com testemunhas, o treminhão estava com uma grande carga de cana e o condutor do automóvel perdeu o controle e acabou tombando ao lado da malha viária, que estava bastante escorregadia por causa da chuva. O acidente não deixou feridos, pois a cabine do motorista não sofreu com o impacto e houve apenas danos materiais para o treminhão. O condutor do automóvel não foi identificado.

Nas proximidades de Porto Calvo, outro caminhão carregado de cana-de-açúcar também tombou na rodovia AL-105, quando levava o produto para a Usina Santa Maria, zona rural do município. Também de acordo com testemunhas, o motorista acabou perdendo o controle do veículo, colidiu em um poste de energia elétrica e depois tombou às margens da malha viária. Vale lembrar que o trecho entre Porto Calvo e a Usina Santa Maria é cheio de buracos, o que pode ter contribuído para o acidente.

De agosto até fevereiro, período da moagem da cana nas usinas Santo Antônio e Santa Maria, é comum encontrar caminhões e os temidos treminhões ao longo da AL 101 Norte e 105, além de boa parte da Estrada Parque Rota Ecológica dos Milagres. Pesados, longos e sempre em alta velocidade, mesmo em estradas extremamente perigosas e cheias de curvas como é o caso da Estrada da Rota Ecológica, acabam representando verdadeiro perigo para carros de passeios, vans e até micro ônibus que circulam diariamente pelas rodovias, especialmente nessa época do ano.

O motorista de transporte alternativo Reinado Monteiro, que mora em Porto da Rua, mas que todos os dias, por volta de 5 da manhã, transporta várias pessoas até Maceió, revela que tem medo e receio de encontrar treminhões pela frente. “Os motoristas dirigem em alta velocidade com caminhões carregados em estradas cheias de curva. Carros de passeio devem prestar atenção quando conseguem observar, ao longe, a poeira dos caminhões. É muito perigoso dirigir, especialmente a noite com esses caminhões na estrada”.

Fonte: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH