Interior

14 de agosto de 2018 08:07

Carros-Pipas: operação deve ser retomada esta semana em Alagoas

Trinta e oito municípios estão sem receber suporte desde o início deste mês

↑ Alguns municípios que eram beneficiados tiveram operação suspensa no dia 31 de maio e, em outras 29 cidades, suspensão ocorreu em julho (Foto: Divulgação)

Com o reconhecimento da situação de estiagem, 38 municípios alagoanos devem receber a assistência de carros-pipa para o fornecimento de água. Segundo o Exército Brasileiro é necessário que o Ministério da Integração Nacional envie comunicado oficial para a retomada do programa, o que deve acontecer ainda esta semana.

De acordo com o sargento Ferreira Júnior, responsável pela operação, nenhum município em Alagoas estava recebendo abastecimento. Uma parte havia sido suspensa em 31 de maio e outros 29 municípios receberam até o fim do mês de julho.

“Foi reconhecido o decreto de emergência pelo Governo Federal, só que nós do 59º Batalhão estamos aguardando a ordem oficial. O Ministério da Integração tem que notificar o comando, tomando conhecimento a ‘ordem’ desce para o Batalhão. Isso nos próximos dias, não temos como dizer o dia, mas em breve devemos receber essa informação. Até o fim da semana isso deve estar resolvido”, ressaltou.

Ainda segundo o sargento Ferreira Júnior, a retomada vai ocorrer de forma gradual, primeiros os municípios que estavam recebendo até julho, onde as informações existentes são recentes e os demais precisarão de atualização dos dados.

“Destes 38 municípios, os 29 que estavam sendo atendidos até julho devem ter a operação retomada de imediato. Os demais vão levar mais alguns dias para voltar, não deve ser muito. A gente tem informações de sete destes, dois são novatos, Palestina e Arapiraca, e a tendência é que demore mais porque tem algum levantamento de informações, reunião com a Defesa Civil do município. Também é necessário instalar rastreador nos veículos, mas os 29 voltam de imediato, questão de um dia para o outro”.

A expectativa é de que a situação seja resolvida o mais rápido possível, afirma.  “Essa exclusão desses municípios não foi uma coisa comum de acontecer. É tanto que o decreto tem que ser renovado a cada seis meses e, por algum motivo, que a gente não sabe qual foi, o estado não decretou a situação de emergência e venceu o último. Não era comum acontecer isso e devido à urgência da situação, acreditamos que em breve isso será resolvido, assim que recebermos o documento, aí de imediato já começa a distribuir água”, acrescenta.

RECONHECIMENTO

O Diário Oficial da União (DOU) de ontem (13) trouxe o reconhecimento pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil da situação de estiagem em 38 municípios alagoanos. A publicação considera o Decreto Estadual nº60.040, de 31 de julho de 2018 e informações prestadas pela Defesa Civil Estadual.

Água Branca, Arapiraca, Batalha, Belo Monte, Cacimbinhas, Canapi, Carneiros, Coité do Nóia, Craíbas, Delmiro Gouveia,  Dois Riachos, Estrela de Alagoas, Girau do Ponciano, Igaci, Inhapi, Jacaré dos Homens,  Jaramataia, Lagoa da Canoa, Major Isidoro, Maravilha, Mata Grande, Minador do Negrão, Monteirópolis, Olho d’Água das Flores, Olho d’Água do Casado, Olivença, Ouro Branco, Palestina, Palmeira dos Índios,  Pão de Açúcar, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras, Quebrangulo, Santana do Ipanema , São José da Tapera, Senador Rui Palmeira e Traipu.

Fonte: Tribuna Independente / Evellyn Pimentel

Comentários

MAIS NO TH