Interior

26 de outubro de 2016 12:22

Procissão de São Sebastião acontece neste sábado (29), em Jequiá da Praia

Milhares de fiéis acompanham a imagem do santo num percurso de 10km, até o Povoado Lagoa Azeda

A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar realiza neste sábado (29), a tradicional procissão em homenagem a São Sebastião, co-padroeiro de Jequiá da Praia. A procissão abre o calendário das festividades em homenagem ao dia de São Sebastião, comemorado em janeiro. Acompanhados por milhares de fiéis a pé e a cavalo, a caminhada é uma tradição de mais de dois séculos no município. 

A procissão sairá da Igreja de Nossa Senhora do Pilar às 7h30, percorrerá as principais ruas do centro de Jequiá da Praia, atravessa a rodovia AL-101 Sul, entra pela praia de Jacarecica do Sul e segue, pela praia, até o Povoado de Lagoa Azeda, totalizando um percurso de aproximadamente 10 km. Mais de mil pessoas deverão participar. 

A caminhada termina no povoado Lagoa Azeda, onde os fiéis participam de uma missa na Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, comandada pelo Padre Alex Oliveira, pároco de Jequiá da Praia. 

A procissão de São Sebastião é o início da maior festa religiosa de Jequiá da Praia. “São Sebastião é o co-padroeiro da cidade, mas é um santo de grande devoção. A procissão marca o início da peregrinação da imagem do Santo em Jequiá. Após a missa, em Lagoa Azeda, a imagem visita as casas. No domingo faz uma visita às casas do Centro e depois fica na igreja até o dia 06 de novembro, quando vai para São Miguel dos Campos”, disse o padre Alex. 

O prefeito Marcelo Beltrão também destacou a importância da festa para a comunidade católica do município. “A caminhada em homenagem a São Sebastião é uma data marcada no calendário da cidade e da comunidade católica. São Sebastião representa muito para o nosso povo e a missão de todos é cumprir esse trajeto com bastante fé”, disse o prefeito. 

Em janeiro, a partir do dia 08, a imagem de São Sebastião retorna para Jequiá da Praia, iniciando a peregrinação pelos povoados da região lagunar, até chegar no Centro, onde acontecem as noites de festa em homenagem ao co-padroeiro.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH