Esporte

17 de outubro de 2020 09:17

Pressionado, CRB encara o Operário neste sábado

Galo vem de sequência de três derrotas e espera encontrar a reabilitação neste sábado, jogando no Estádio Rei Pelé

↑ Claudinei é uma das referências do setor de meio-campo do CRB e deve ser titular neste sábado (Foto: Gustavo Henrique / Ascom CRB)

O peso de três derrotas em sequência pode ser aliviado neste sábado. O CRB recebe o Operário-PR, no estádio Rei Pelé às 18h, e tem a obrigação de vencer. A pressão está grande no grupo. Um time que estava brigando entre as primeiras posições, até a rodada 12, hoje está na segunda página da tabela de classificação da Série B.

E o técnico Marcelo Cabo busca alternativas. A ausência de um camisa 9 de ofício é o principal problema. Desde a saída de Léo Gamalho, o CRB não mostrou força ofensiva e deposita as esperanças deste jogo em Alison Safira. Gamalho disputou a última partida pelo Galo no dia 28 de setembro. Tinha oito gols na competição nacional e era o principal goleador do país, com 18.

A diretoria está no mercado para buscar outro centroavante, mas já avisou que não é simples a reposição. Cabo falou sobre a importância das contratações.

“A gente sabe que precisa de reforços, está buscando, existe a dificuldade de conseguir, mas a gente tem que continuar em busca, principalmente do meio pra frente, para voltar a ser uma equipe competitiva e voltar a pontuar. Nesses três jogos, a gente teve muita dificuldade com lesão e precisa reforçar a equipe”, disse Cabo.

Contra o Operário-PR, o CRB entra em campo com quatro jogadores pendurados, com dois cartões amarelos: Claudinei, Thiaguinho, Diego Torres e Safira.

Ele espera para saber se vai contar com o lateral Reginaldo e o atacante Pablo Dyego. A dupla vai passar pela última avaliação para ter sinal verde do Departamento Médico do clube e ficar à disposição do treinador. O atacante Luidy segue tratando de uma distensão muscular na coxa.

“Estão finalizando o retorno. Vão fazer o treinamento para definir a participação deles no jogo ou não. Mas posso dizer que foi muito satisfatória a evolução. Após o treinamento, nós vamos definir a participação deles. Ainda não tenho o 100% de chance do retorno. Estamos fazendo uma recuperação em evolução e só vamos definir a participação deles no jogo após o treinamento. O Luidy não vai pra esse jogo. Isso já tá definido”, destacou o comandante regatiano.

Caso Reginaldo e Pablo Dyego ganhem condições de jogo, a tendência é que Marcelo Cabo mexa no time. Assim, o CRB pode iniciar a partida, com Mardden; Reginaldo, Gum, Reginaldo Júnior e Igor Cariús; Claudinei, Moacir e Diego Torres; Iago, Pablo Dyego e Safira.

SÁBADO

16h00 Chapecoense x Vitória

16h30 Confiança x Oeste

18h00 Brasil x Figueirense

18h00 CRB x Operário

DOMINGO

20h30 Paraná x Sampaio Corrêa

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH