Esporte

24 de maio de 2019 08:48

CSA se prepara com treinamentos fechados

Time azulino enfrentará o Goiás em casa na 2ª feira com obrigação de vencer

↑ CSA começaos preparativos para o jogo contra o Goiás (Foto: Assessoria)

O CSA entrou esta quinta-feira (23), em ritmo de treinos fechados visando o compromisso da próxima segunda-feira  (27) contra o Goiás no Estádio Rei Pelé, jogo válido pela sexta rodada do campeonato brasileiro de futebol, série A. O técnico Marcelo Cabo deve manter a mesma equipe que foi derrotada no domingo (19) pelo Internacional em Porto Alegre pelo placar de 2 x 0, mantendo  os laterais Apodi (direito) e Carlinhos (esquerdo) na equipe titular. Apesar da derrotada a avaliação é de que o time  cresceu o rendimento dentro de campo e corre em busca da primeira vitória na competição para sair da zona de rebaixamento.

O CSA ainda não venceu no seu retorno à elite do Campeonato Brasileiro e na próxima segunda-feira tem mais uma oportunidade diante do Goiás, no Estádio Rei Pelé, pela sexta rodada.

Para encerrar o jejum, o elenco azulino espera contar mais uma vez com o apoio da torcida. Isso porque a expectativa é de um jogo complicado, já que o adversário tem nove pontos e tenta encostar nos líderes.

Os jogadores Maidana e  Manga Escobar se reapresentaram ao elenco depois de recuperação de problemas médicos e  de ter sido multado pelo clube em 20% do  salário por conta de indisciplina junto com o lateral esquerdo Armeiro, esse último dispensado pela diretoria azulina.A rescisão do lateral colombiano deve ser  assinada até a próxima terça-feira.

“Vamos enfrentar um Goiás embalado, que vem fazendo um ótimo campeonato até aqui. Nossa torcida esteve presente em todos os jogos na Série A até aqui e vem fazendo a diferença. Precisamos deles mais uma vez para conquistarmos um grande resultado”, comentou o lateral-direito Celsinho.

Apesar do CSA ter somado apenas três pontos nos cinco primeiros jogos, o lateral acredita que o time vem tendo boas apresentações.

“Apesar de não termos vencido ainda, o grupo tem trabalhado para evoluir e melhorar sua produção em campo. Estamos no caminho certo. A equipe vem fazendo bons jogos no campeonato”, destacou Celsinho.

O time terá ainda o retorno de Cassiano na lista dos relacionados para o jogo contra o Goiás

Um dos quatro times que ainda não venceu no campeonato, o CSA está na zona de rebaixamento ao lado de Avaí, Grêmio e Vasco da Gama.

REI PELÉ

A diretoria do CSA está negociando com o governo do Estado a ampliação da capacidade do Estádio Rei Pelé  durante os jogos da série A do campeonato brasileiro. O vice-presidente Omar Coelho explicou que existe um projeto azulino em andamento para instalação de arquibancadas metálicas  no Trapichão para comportar número de torcedores superior a capacidade atual que é de 15 mil.

Recentamente a diretoria  do CSA sofreu uma série de críticas da torcida por ter vendido o mando de campo do jogo contra o Flamengo pelo valor de R$ 1 milhão e 200 mil. O jogo que seria no dia 12 de junho, no estádio Rei Pelé seria realizado no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

As arquibancadas provisórias seriam similares às que foram utilizadas por Botafogo e Flamengo na Arena da Ilha do Governador em 2016 e 2017. O CSA entende que a capacidade do Rei Pelé pode saltar de 15 mil para até 35 mil com a instalação dessas arquibancadas.

Segundo Omar Coelho, a conversa ocorreu com o governador Renan Filho (MDB) e com a Secretária estadual de Esportes, Cláudia Petuba.

Tivemos uma reunião na segunda-feira com o pessoal da secretaria de Esporte, Lazer e Juventude (pasta responsável pela administração do estádio). Uma equipe (do CSA) está elaborando a formatação do projeto para que a gente possa apresentar aos gestores”, explicou Omar Coelho.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários