Esporte

19 de maio de 2019 15:47

Com um a menos, São Paulo segura empate sem gols contra o Bahia

Toró foi expulso com auxílio do árbitro de vídeo, mas paulistas seguraram a pressão dos baianos mais da metade do 2º tempo, a torcida vaiou

↑ Rojas, autor de um dos dois gols do São Paulo na vitória sobre o Vasco

Mais 44 mil passoas foram ao estádio do Morumbi na manhã deste domingo e assistiram ao empate sem gols entre São Paulo e Bahia, pela quinta rodada do Brasileiro. Os são-paulinos vairam a equipe após fim da partida.

Com auxílio do VAR, Toró foi expulso na primeira metade do segundo tempo. Mesmo assim, o time de Cuca conseguiu segurar a pressão dos comandados de Roger Machado e segue sem derrotas no campeonato.

Equilíbrio

Paulistas e baianos fizeram um primeiro tempo equilibrado com duas chances reais de gol para ambos os lados. Primeiro foi o Bahia, aos 6 minutos, Gilberto recebeu na entrada da área e chutou cruzado. Passou perto do gol de Tiago Volpi.

Logo em seguida, foi a vez do São Paulo. Tchê Tchê tocou para Toró na cara de Douglas. Ele tenta tirar, mas o goleiro se esticou todo para defender.

Aos 20 minutos, Antony tentou de longe e acertou a trave baiana.

A resposta do Bahia foi aos 33 minutos. Depois de cobrança de escanteio, Gilberto cabeçeou e Tiago Volpi defendeu.

Baixa no São Paulo

No primeiro tempo, o São Paulo perdeu Liziero que saiu de campo com uma entorse no tornozelo direito. No banco de reservas, quando foi substituído, o meio-campo chorou muito de dor.

Hernanes também protagonizou um lance feio no jogo. Um dos dedos da mão esquerda do jogador saiu do lugar. O médico colocou no lugar e ele seguiu na partida.

Segundo tempo

O técnico Cuca voltou para segunda etapa com Helinho no lugar de Pato, que voltou neste domingo da contusão na cervical. Mas foi com Toró a principal chance de gol do Tricolor paulista. Aos 6 minutos, recebeu na entrada da área e chutou por cima do gol.

Quatro minutos depois Hernanes perdeu a chance de abrir o placar em uma cobrança de falta.

VAR em ação

O árbitro Daniel Nobre usou vídeo em duas oportunidades da partida. Aos 7 minutos, Walce errou na saída de bola e Élber aproveitou. Ele entrou com velocidade e foi derrubado na área. O Bahia pediu pênalti, mas com ajuda do VAR o juiz não deu.

Já aos 26 minutos, Daniel Nobre mudou uma decisão de campo por causa das imagens. Na disputa de um lance, o atacante Toró pisa no ombro do goleiro Douglas e recebeu cartão amarelo. Após analisar o vídeo, o são-paulino foi expulso.

Com um homem a mais, o Bahia controlou a partida e perdeu boas chances de sair na frente. Primeiro com Fernandão e depois com Ernando. Aos 41 minutos, Gregore deu um chute forte que passou perto do gol de Tiago Volpi.

O Tricolor de São Paulo segurou pressão e segue sem derrotas no Brasileiro. Os torcedores ficaram insatisfeitos com o resultado e vaiaram o time. Já os baianos conseguiram o primeiro ponto fora de casa.

Próximos desafios

São Paulo e Bahia voltam a se encontrar na próxima quarta-feira (22) pelas oitavas de final da Copa do Brasil, também no estádio do Morumbi, às 21h30.

No Campeonato Brasileiro, o Tricolor paulista tem o clássico contra o Corinthians no próximo domingo, às 19h. Nos mesmos dia e horário, o Bahia recebe o Fluminense, na Arena Fonte Nova.

Fonte: R7

Comentários

MAIS NO TH