Esporte

7 de março de 2019 09:51

CSA e CRB duelam hoje pela Copa do Nordeste

Clássico das Multidões não aponta favorito e últimos placares desanimam o torcedor

↑ Foto: Assessoria CSA

Hoje é dia de clássico. O segundo de 2019. Mas, os últimos placares dos encontros entre CSA e CRB, não animam muito o torcedor. Tudo 0x0. Assim foram os dois jogos ano passado pela Série B, e da mesma forma essa temporada pelo Campeonato Alagoano. Está na hora de fazer gols. O duelo será hoje às 21h30 pela Copa do Nordeste no Rei Pelé.

“Sim. Queremos fazer gols e sair coma vitória. Sou alagoano e já vivi grandes clássicos. Conheço o peso deste jogo. Tivemos um bom tempo para treinar e assim colocar em campo tudo que foi passado pelo Marcelo (Cabo, técnico)”, disse Didira.

O volante Claudinei ressaltou os pontos fortes do rival. “O primeiro clássico do ano foi muito equilibrado, acredito que esse jogo será ainda melhor, até porque as duas equipe estão em um nível maior agora. Tem tudo para ser uma grande partida. O CSA tem uma equipe forte, com jogadores experientes e que podem decidir uma partida. É importante fazer uma partida segura, com o mínimo de erros possível. Mas clássico é sempre imprevisível”.

Em campo, tanto Roberto Fernandes no CRB, como Marcelo Cabo no CSA, ainda busca a formação ideal. É início de temporada e os treinadores estão avaliando seus elencos durante as competições.

“Nosso grupo está muito equilibrado. Uma vitória vai ser muito importante, a gente quer a classificação e se for em primeiro lugar (do grupo) melhor ainda. E a cada treino é uma evolução. Se você erra você tem que tirar o melhor disso. Tem que ver o que errou para trabalhar os seus erros e não errar. A gente vai dar o nosso máximo para sair vitorioso desse clássico”, explicou o camisa 10 azulino Matheus Sávio.

“Esses 12, 15 dias de trabalho foram muito bom para nós trabalharmos, buscarmos os gols e também não tomar, que é importante no futebol”, ressaltou o 10 regatiano Danilinho.

SEGURANÇA

Mais de 470 policiais militares vão atuar hoje. Além do Estádio, terminais de ônibus e principais vias de acesso terão o policiamento reforçado. A operação elaborada pelo Comando de Policiamento da Capital (CPC) terá início a partir das 18h30, três horas antes do jogo.

Ao todo, serão empregados 479 policiais militares, no policiamento interno e perímetro externo a pé, motorizado e montado. O videomonitoramento e o juizado estarão funcionando dentro do Trapichão e o trânsito na região será bloqueado pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e BPTran.

O tenente-coronel Ascânio Casado, comandante do RPMon, vai comandar o policiamento do jogo, destaca que todo o planejamento foi pensado para garantir a segurança dos envolvidos na partida.

ARBITRAGEM

O Árbitro maranhense Mayron Frederico dos Reis Novais (CBF/MA) apita o clássico. Os árbitros assistentes do clássico serão Cleriston Clay Barreto Rios (CBF/SE) e Ivanildo Gonçalves da Silva (CBF/MA). O alagoano José Ricardo Laranjeira (CBF/AL) será o quarto árbitro e Lydia Pollyana de Oliveira Castela (CBF/AL) será a analista de campo.

INGRESSOS

Os valores iniciais eram de R$ 20 baixa, R$ 30 alta e R$ 100 cadeira. Mas a direção do CSA informa que esses valores serão reajustados nas bilheterias do Rei Pelé hoje à noite.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários