Esporte

24 de julho de 2018 22:49

CRB empata com Criciúma no Estádio Rei Pelé em duelo direto contra Z4

Galo é o 16º colocado na tabela da Série B, agora com 19 pontos

↑ Com resultado, equipes seguem ameaçadas pelo rebaixamento (Foto: Ascom CRB)

Em confronto direto contra o rebaixamento, o Galo recebeu o Criciúma, no Estádio Rei Pelé, na noite desta terça-feira (24), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com dificuldades na criação, as duas equipes mostraram um futebol fraco e saíram de campo sem balançar as redes.

Após um primeiro tempo de raras finalizações, os times voltaram melhores para a segunda etapa. Os visitantes aproveitavam a velocidade dos jogadores de frente, enquanto os mandantes atacavam pelos lados do campo para buscar Neto Baiano dentro da área. No entanto, foi pouco para que o placar fosse alterado.

Com o resultado, as duas equipes seguem ameaçadas pelo rebaixamento. O Alvirrubro é o 16º colocado, com 19 pontos. O time carvoeiro, por sua vez, é o 18º colocado, com apenas 17 pontos.

Na rodada seguinte, o CRB segue em seus domínios para encarar o Londrina, às 16h30 (de Brasília) deste sábado. No mesmo dia, mas um pouco mais tarde, às 19h (de Brasília), o Criciúma recebe o Vila Nova no Heriberto Hulse.

Primeiro tempo morno

Com dificuldades na troca de passes, as equipes demoraram quase meia hora para sequer assustar o adversário. Sem conseguir penetrar na área, Leílson arriscou de longe, a bola desviou na marcação e por pouco não encobriu o goleiro, que se recuperou e conseguiu espalmar.

O troco dos visitantes não tardou. Na sequência, Nicolas deu belo drible em Flávio Boaventura, avançou à área e bateu rasteiro, obrigando João Carlos a fazer boa defesa. O Criciúma seguiu melhor após a primeira chance, e parou novamente no goleiro, dessa vez, com Marlon Freitas.

Antes do final do primeiro tempo, o ex-Palmeiras Felipe Menezes fez boa jogada e assustou o arqueiro do time carvoeiro. O meio-campista recebeu na intermediária, limpou a marcação e arriscou de longe, porém, a bola ganhou efeito e saiu rente à trave esquerda.

Equipes melhoram, mas não o bastante para marcar

Mais incisivas, as equipes voltaram do intervalo construindo boas jogadas. Os visitantes aproveitavam a velocidade dos atacantes para chegar em contra-ataques. Os mandantes, por sua vez, tinha o lateral Diogo Mateus como válvula de escape e não pensavam duas vezes para colocar a bola na área, buscando o centroavante Neto Baiano.

Passados e os primeiros momentos, a sonolência ofensiva voltou aos dois times. Diante disso, os treinadores começaram a mudar. Doriva tirou Lucas e Mazola, para as entradas de Cleiton Xavier e Diego Rosa, já Mazola Júnior sacou Luiz Fernando e colocou Alex Maranhão, herói da vitória contra o Londrina.

Nem mesmo com as substituições, as equipes mostraram algo de diferente para sequer criar lances de gol na reta final da partida. Com isso, empate no Rei Pelé e os dois times seguem fortemente ameaçados pelo rebaixamento na Série B.

Fonte: Redação com Gazeta Esportiva

Comentários

MAIS NO TH