Esporte

7 de julho de 2018 18:34

Santos volta a negociar com Bryan Ruiz e vê acerto com otimismo

De saída do Sporting, atleta de 32 anos havia dito que preferia permanecer na Europa, mas não recebeu grandes ofertas

↑ Bryan Ruiz (à direita) está mais próximo do Santos (Foto: Eric Gaillard / Reuters)

O Santos retomou as negociações e avançou pela contratação do meia Bryan Ruiz, titular da Costa Rica na Copa do Mundo da Rússia e sem clube após deixar o Sporting, de Portugal, onde seu vínculo terminou no último dia 30 de junho.

O Peixe está otimista e confiante de que pode, enfim, anunciar seu primeiro reforço para a sequência da temporada nas próximas horas. A busca por um camisa 10 já dura sete meses. A informação foi publicada pelo “Uol” e confirmada pelo GloboEsporte.com.

Bryan entrou na mira do Peixe no fim de maio, mas uma declaração antes do início da Copa esfriou as tratativas. O costarriquenho de 32 anos afirmou que desejava seguir na Europa. Apesar disso, ele não fechou as portas para o futebol brasileiro. Como não recebeu grandes ofertas de clubes do Velho Continente, vê um acerto com o Santos com bons olhos.

Outro atleta que tem negociação encaminhada com o Peixe é o volante Carlos Sánchez, do Monterrey e da seleção urugaia. Com a eliminação da Celeste no Mundial, o Peixe ficou com o caminho livre para fechar com o jogador.

O meio-campo é a principal carência do técnico Jair Ventura durante sua passagem pelo Peixe. O comandante já testou diversos jogadores na função, mas a maioria não engrenou.

O costarriquenho chegou a vestir a camisa do Santos em 2014, quando a Costa Rica ficou alojada na Baixada Santista para o torneio mundial no Brasil (veja a imagem abaixo).

foto

(Foto: Reprodução)

Como seu vínculo com o Sporting chegou ao fim, Bryan viria ao Peixe sem custos, apenas sob o pagamento de luvas e salários, que é a “oportunidade de mercado” que o clube, com problemas financeiros, tem buscado.

Além de Bryan, o Santos busca a contratação de um volante, mais um meia e um centroavante.

Fonte: Globo Esporte / Texto: Gabriel dos Santos

Comentários

MAIS NO TH