Esporte

11 de maio de 2018 09:18

Delegação do ASA embarca para Caruaru e faz treino neste sábado (12)

Time busca primeira vitória na Série D, diante do Central

↑ Técnico Carlos Rabello vai mexer no time do ASA contra o Central para buscar primeira vitória na Série D (Foto: Ascom/ASA)

O ASA ocupa a terceira colocação do Grupo A7 com apenas três pontos e no momento está fora da zona de classificação para a próxima fase. De acordo com a programação alvinegra, o elenco viaja para Caruaru na tarde desta sexta-feira (11). No sábado (12), o grupo faz o último treino já na cidade pernambucana. O jogo contra a Patativa está marcado para as 16h, no Estádio Lacerdão, pela quarta rodada da Série D.

Sem poder contar com o zagueiro Willames José, punido com o terceiro cartão amarelo, o técnico Carlos Rabello trabalhou forte diversas situações.

De acordo com o último treinamento em Arapiraca o comandante técnico iniciou a formação da equipe com o zagueiro Caíque Baiano, fazendo dupla com Lucas Bahia como estava acontecendo durante o campeonato estadual.

Outra novidade dos trabalho foi a presença do atacante Rômulo entre os titulares. Ainda sem marcar na Série D do Brasileiro, ele foi barrado no empate contra o Central por 3×3, domingo passado. A entrada do atacante Wesley também não está descartada. Chiquinho, autor de dois gols contra a Patativa, deve retomar a posição. Audálio deve ser mantido como volante. O treinador alvinegro sinalizou o time com Dida; Chiquinho, Lucas Bahia, Caique Baiano e Jeanderson; Cal, Audálio, Juliano e André Beleza; Wesley e Rômulo.

INGRESSOS

A direção do Central divulgou na manhã desta quinta-feira (11) os preços dos ingressos para a partida contra o ASA, no estádio Lacerdão. O confronto, que é válido pela quarta rodada do Grupo A7 da Série D, será realizado neste domingo, às 16h.

Os bilhetes para arquibancada vão custar R$ 30 para alvinegros caruaruenses e visitantes. Sócios, estudantes e idosos pagam meia-entrada. O valor para as cadeiras será R$ 40 para o torcedor comum e R$ 20 para sócios.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários