Educação

11 de fevereiro de 2019 19:56

Luciano reúne prefeitos, anuncia premiação e apresenta novidades do Escola 10

Na solenidade, o vice-governador e secretário da Educação mostrou os livros que serão distribuídos com os municípios que repactuarem com o programa

↑ Barbosa entregou cartilhas, anunciou premiação e novidades para os prefeitos Fotos: José Demétrio e Thiago Henrique (Ascom/Seduc)

O vice-governador de Alagoas e secretário de Estado da Educação Luciano Barbosa esteve, nesta segunda-feira (11), na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), em Maceió, para um encontro com prefeitos e apresentar novidades do Programa Escola 10.

Também na ocasião, foi anunciado o repasse de R$ 20 milhões para os municípios que conseguiram avançar nos indicadores dos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental.

“A educação em Alagoas deu saltos significativos e um dos componentes que ajudaram o Estado conseguisse melhorar os níveis foi o entrelaçamento, a corresponsabilidade entre o Governo do Estado e as Prefeituras para cuidar da educação pública, afinal de contas a gente divide essa responsabilidade. Entre outros programas que nós lançamos, um deles se destaca pela parceria com os municípios, que é o Escola 10.”, enfatizou Luciano Barbosa.

A solenidade marcou a comemoração da elevação de Alagoas nos rankings nacionais de educação. Nela, Luciano Barbosa parabenizou prefeitos e secretários municipais pelo trabalho exercido durante o ano de 2017 e apresentou as novas ações e objetivos do Programa Escola 10. Ainda na ocasião, o Vice-governador e Secretário da Educação mostrou os livros que serão distribuídos para alunos das redes públicas, beneficiando mais de 160 mil estudantes em todo o Estado.

Segundo Luciano Barbosa, o material confeccionado pela Imprensa Oficial, 550 mil unidades, é voltado para todas as crianças do 1º, 2º e 5º anos do Ensino Fundamental I, 9º ano do Ensino Fundamental II e 1ª e 3ª séries do Ensino Médio, além dos professores.

Apoio
Para que haja maior diálogo entre Prefeituras e Governo do Estado, a Seduc conta com o apoio da AMA e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). O Prefeito de Cacimbinhas e Presidente da AMA, Hugo Wanderley, destaca a importância deste apoio para que haja o bom funcionamento da parceria.

“A AMA atua como agente mediador entre os municípios e o Estado, de forma que o funcionamento do Programa Escola 10 seja eficiente e beneficie os principais afetados, a população. O Escola 10 é um programa importantíssimo, que focou na capacitação dos profissionais das cidades alagoanas, no preparo dos estudantes para a prova do Ideb e Alagoas deu exemplo sendo o Estado que mais avançou no país nos resultados educacionais. Hoje estamos na 16ª posição, saindo das últimas posições e queremos chegar entre os dez primeiros estados de todo o país”, relatou Hugo Wanderley.

Representando a Undime, a Secretária de Educação e Cultura da Barra de São Miguel, Neuza Calheiros, reforça a relevância da atuação dos secretários municipais na parceria estabelecida pelo Escola 10. “Nesta nova etapa do programa, na qual temos por meta estar entre os dez estados com melhores notas no Ideb, os secretários municipais são o exército e estamos com as armas em punho para conquistar essa guerra”, declarou a Secretária.

Resultados exemplares
A cidade de Dois Riachos conseguiu alcançar as metas estabelecidas pelo Escola 10 nos anos iniciais e também nos finais. Ramon Camilo, Prefeito do município, contou que o início de sua gestão coincidiu com a implantação do programa, fazendo com que o planejamento da educação de Dois Riachos fosse pautada no avanço educacional e diminuição da evasão escolar, baseando-se na premissa da iniciativa do Governo do Estado.

“O Governo nos deu uma meta para que Dois Riachos alcançasse. Em decorrência disso, preparamos um pacote de investimentos, de mudanças na educação que possibilitasse esse resultado histórico. Ainda em 2017, superamos a meta prevista para 2019 e é uma felicidade participar deste momento que o Governo do Estado está proporcionando”, comentou Ramon Camilo.

Lista dos municípios que vão receber a premiação:

Município que alcançaram a meta nos anos finais, prêmio de R$476.190,47

Água Branca, Belém, Boca da Mata, Cacimbinhas, Coqueiro Seco, Coruripe, Dois Riachos, Feliz Deserto, Jacaré dos Homens, Maravilha, Minador do Negrão, Novo Lino, Olho d’Água Grande, Pindoba, Roteiro, Santana do Mundaú, São José da Tapera, São Luiz do Quitunde, Satuba, Teotônio Vilela e Viçosa.

Municípios que alcançaram a meta nos anos Iniciais, prêmio R$588.235,29

Barra de Santo Antônio, Barra de São Miguel, Belém, Cacimbinhas, Coruripe, Dois Riachos, Feliz Deserto, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Limoeiro de Anadia, Pindoba, Piranhas, Roteiro, São Luís do Quitunde, São Miguel dos Milagres, Teotônio Vilela e Viçosa.

Onze municípios pactuaram e receberão duas vezes, pois atingiram as metas pacifistas no Escola 10 dos anos iniciais e finais: Belém, Cacimbinhas, Dois Riachos, Feliz Deserto, Jacaré dos Homens, Pindoba, Roteiro, São Luís do Quitunde, Teotônio Vilela e Viçosa.

Fonte: Tribuna Hoje / Davi Salsa com assessoria

Comentários

MAIS NO TH