Educação

17 de outubro de 2016 19:59

Gestão busca apoio da bancada federal para garantir projetos da Ufal

Entre as prioridades está a construção do Campus Penedo

A reitora Valéria Correia, o vice-reitor José Vieira e integrantes da equipe da gestão participaram nesta segunda-feira (17) de mais uma reunião com o líder da bancada federal de Alagoas, deputado Ronaldo Lessa, que veio ao gabinete da reitoria acompanhado de assessores, para discutir apoio parlamentar com a apresentação de emendas ao orçamento garantindo recursos para projetos prioritários da Universidade.

A reitora apresentou ao deputado Ronaldo Lessa um portfólio, que foi enviado também para todos os demais membros da bancada na Câmara Federal e no Senado, com os projetos da Ufal. “Esta semana vamos priorizar essa aproximação com a bancada. Estou indo passar dois dias em Brasília, onde, além da reunião com o Secretário de Educação Superior do MEC, Paulo Barone, vamos percorrer os gabinetes do Congresso para conversar pessoalmente sobre os projetos da Ufal”, garantiu Valéria Correia

Essa é uma semana decisiva para dialogar com os parlamentares, já que o prazo para apresentação de emendas parlamentares à proposta orçamentária de 2017 encerra-se no dia 20 de outubro. Segundo informações da Câmara dos Deputados, cada parlamentar pode apresentar até 25 emendas de execução obrigatória, no valor global de R$ 15,3 milhões. “Faremos essa negociação com altivez, porque entendemos que a universidade é um patrimônio do povo alagoano e os parlamentares têm esse compromisso com a maior instituição pública de ensino em Alagoas”, ressaltou a reitora.

Valéria Correia destacou que uma das prioridades é garantir recursos para a construção do Campus Penedo. “Já temos o terreno doado pela Prefeitura de Penedo e uma emenda apresentada por três deputados que destina 40 milhões de reais para a construção do prédio. Mas os 10 milhões liberados ano passado ainda não foram repassados financeiramente. Precisamos garantir esse repasse e o restante dos recursos. Esse Campus terá uma importância social relevante para a região do baixo São Francisco”, disse a reitora.

A reitora destacou ainda alguns dos projetos que precisam ser garantidos no próximo orçamento, pela importância do atendimento à sociedade alagoana. “`Precisamos dos recursos para o novo acelerador linear para o tratamento de câncer. O Cacon do Hospital Universitário é uma referência e oferece quimioterapia para todo o estado. Temos também o projeto de acessibilidade para os três campi, que deve custar cerca de dois milhões de reais. Queremos construir o Centro de Energias Renováveis, que vai ser fundamental para o desenvolvimento econômico de Alagoas”, elencou Valéria Correia

Na área cultural, a reitora destacou a importância de construir duas bibliotecas grandes, para os campi de Arapiraca e Sertão. Em Maceió, a proposta é construir um complexo cultural. “Queremos trazer para o campus A.C. Simões os cursos de Dança, Música e Artes, que hoje funcionam na praça Sinimbu, e fazer um grande auditório, com 1.200 lugares, para atender aos eventos da Universidade de agendas externas dos municípios vizinhos”, ressaltou a reitora.

O líder da bancada alagoana na Câmara dos Deputados, Ronaldo Lessa, garantiu o apoio dos parlamentares. “Apesar do momento difícil que estamos vivendo no país, a Universidade conta com o compromisso e um carinho especial de toda a bancada. Os projetos apresentados são importantes para toda a sociedade alagoana. Nosso estado precisa dessa produção de conhecimento e dos serviços oferecidos por essa instituição”, declarou o deputado federal.

Comentários

MAIS NO TH