Economia

18 de agosto de 2019 19:49

Casa Branca diz ‘nenhuma recessão à vista’, a despeito de turbulência nos mercados

Mercados de ações dos EUA despencaram na última semana por receios de uma recessão

↑ Imagem: Ilustração

Autoridades da Casa Branca refutaram preocupações com possível tropeço do crescimento econômico, argumentando que veem baixo risco de uma recessão a despeito de uma semana volátil nos mercados de juros e insistindo que sua guerra comercial com a China não está trazendo prejuízos aos Estados Unidos.

“Não há nenhuma recessão à vista”, afirmou o conselheiro econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, no programa “Fox News Sunday”.

“Os consumidores estão trabalhando. Seus salários estão aumentando. Eles estão gastando e poupando…acho que estamos em muito boa forma.”

Os mercados de ações dos EUA despencaram na última semana por receios de uma recessão, com os três principais índices fechando com queda de cerca de 3% na quarta-feira. Mas na sexta-feira as perdas foram neutralizadas em meio a expectativas de que o Banco Central Europeu (BCE) corte suas taxas.

Por um breve momento na semana os investidores em títulos também demandaram uma taxa maior nos papéis de prazo de dois anos do que sobre os títulos de dez anos, movimento que é muitas vezes visto com um sinal de perda de esperança em relação ao crescimento econômico de médio prazo.

No entanto, o conselheiro comerical Peter Navarro também descartou os sinais da última semana neste domingo, dizendo que dinâmicas econômicas “boas” estavam estimulando investidores a trazer dinheiro para os EUA.

“Temos a economia mais forte do mundo e o dinheiro está entrando aqui para nosso mercado de ações. Também está vindo para cá para buscar rendimentos em nossos mercados de títulos”, Navarro disse ao programa “This Week” do canal ABC.

As tarifas sobre bens chineses “não estão machucando ninguém”, disse Navarro.

Fonte: Reuters

Comentários

MAIS NO TH