Economia

22 de julho de 2019 16:49

Fabricante de embalagens chinesa anuncia investimento de R$ 187 milhões em Alagoas

Durante Alagoas Summit, que reuniu investidores em Pequim, GSPak confirmou fábrica em Marechal Deodoro que vai gerar 400 empregos

↑ Alagoas Summit, primeiro evento da agenda oficial, reuniu cerca de 120 investidores em Pequim (Foto: Agência Alagoas)

A missão oficial do Governo de Alagoas à China fechou seu primeiro negócio durante o Alagoas Summit, primeiro evento da agenda oficial realizado nesta segunda-feira (22) com cerca de 120 investidores. A empresa GSPak, fabricante chinesa de embalagens, anunciou um investimento de R$ 187 milhões na instalação de uma fábrica no Polo Multissetorial de Marechal Deodoro. Em Pequim, onde comanda a comitiva alagoana, o governador Renan Filho ressaltou que o novo empreendimento internacional vai gerar cerca de 400 empregos.

“Alagoas está aberta para o mundo. A gente resolve em casa os nossos problemas: reduzindo a violência, melhorando a qualidade da educação, ampliando a rede de saúde pública, mas, também, correndo atrás de novos investimentos para que Alagoas esteja conectado com as novas tendências econômicas do planeta”, afirmou Renan Filho.

Além desse investimento, a empresa ZTT, fabricante chinesa de cabos de fibra óptica, vai dobrar a capacidade da sua planta em Alagoas. A empresa chegou ao estado em 2015, por meio da política de atração de novos investimentos do Governo do Estado.

foto 1

(Foto: Agência Alagoas)

“Ampliar as nossas relações comerciais, estar mais próximo da China, é incluir o Estado de Alagoas na agenda daqueles que fazem hoje os maiores investimentos no mundo. Alagoas precisa fazer isso: estar cada vez mais aberta a novos investimentos que propiciem a geração de emprego, de renda, e o fortalecimento das nossas principais atividades”, ressaltou Renan Filho.

“A gente está apresentando Alagoas e trazendo boas notícias, que são os novos investimentos para o nosso Estado. Esse é um novo momento, em que Alagoas cumpre o seu papel, fazendo o dever de casa, e também abre novas possibilidades para que o Estado se conecte com essa agenda do mundo moderno”, disse.

De acordo com o governador, um dos objetivos da missão ao país asiático é criar uma comunidade chinesa de investidores em Alagoas. As potencialidades locais estão sendo apresentadas aos investidores chineses de maneira ampla, contemplando todas as regiões, do Sertão ao Litoral.

foto 2

(Foto: Agência Alagoas)

Renan Filho enfatizou que um dos projetos apresentados foi o uso das águas do Canal do Sertão para a fruticultura irrigada, “algo capaz de dinamizar a economia sertaneja”.

Um outro potencial apresentado durante o evento foi a geração de energia solar. Além disso, a comitiva alagoana levou projetos relacionados ao turismo e aos setores da infraestrutura viária e aeroportuária. “Vamos apresentar o nosso Estado e as nossas potencialidades: o gás natural, o petróleo, o cobre de Craíbas, o Canal do Sertão, o turismo, os novos aeroportos. Vamos apresentar Alagoas e, com isso, colher novos investimentos para o Estado”, aposta Renan Filho.

Fonte: Agência Alagoas / Texto: Severino Carvalho

Comentários

MAIS NO TH