Economia

23 de julho de 2018 17:41

Feira de artesanato conecta visitantes da SBPC com a arte popular alagoana

Espaço fica aberto das 8h às 18h

↑ Produtos comercializados na feira de artesanato (Foto: Assessoria da Universidade Federal de Alagoas)

Os participantes da 70ª Reunião Anual da SBPC poderão levar um pedacinho da arte desenvolvida em Alagoas de volta para casa. A Feira de Artesanato reúne artistas populares alagoanos que trouxeram uma grande diversidade de produtos para adquirir.

Wanda, que é ex-aluna da Universidade, está de volta como expositora, trazendo produtos feitos por ela mesma. As peças coloridas de filé, renda típica de Maceió, adicionam vida e beleza ao espaço. A aposentada ainda disponibiliza bijuterias e acessórios em palha de bananeira em mais uma de suas exposições na Ufal.

Já Ericka Rej trouxe para a feira talismãs, acessórios e peças de decoração, além da mostra Gritos em silêncio, com obras também de sua autoria. A artista tem uma expectativa muito positiva sobre a oportunidade de expor suas peças nesse espaço.

“Esses eventos são sempre instigantes, é o que faz o artista produzir mais. A gente tem muito a aprender, a absorver e muita troca a fazer com gente de tantos lugares. A expectativa é boa e eu estou muito confiante porque é inevitável não ser bom. O artista só tem que estar onde o povo está, se vende ou não, na verdade não importa. O importante para o artista é expor, mostrar sua mensagem”, comentou.

A feira, aberta desde o dia 20, também é um espaço de troca de conhecimentos e de experiências entre visitantes e artesãos. Islan Santos, estudante de Ciências Biológicas, foi atraído pelo interesse nesse tipo de ambiente. O aluno destaca que é significatico um espaço como a feira: “Leva a arte, a cultura, leva a culinária local e todo mundo que está vindo de outros estados, de outras cidades, vão conhecer um pouco mais de Alagoas”.

A expositora Ericka Rej também salientou a importância do local num evento do porte da SBPC Alagoas: “Estão de parabéns! Eu não sabia que iria haver tantos espaços abertos, normalmente a gente não tem espaço em lugares onde vai receber muita gente, então quando vemos nosso trabalho valorizado é gratificante. É muito bom!”, falou entusiasmada.

A Feira terá continuidade até o dia 28 de julho, das 8h e 18h.

Fonte: Assessoria da Universidade Federal de Alagoas

Comentários

MAIS NO TH