Economia

23 de fevereiro de 2017 17:59

Eletrobras orienta sobre tarifa de irrigação e uso consciente de energia

Comunidade irá receber energia elétrica a partir do projeto de regularização de áreas onde o consumo de energia ocorre de maneira clandestina

Cerca de 100 moradores da comunidade Caixão no município de Delmiro Gouveia receberam a visita de representantes da Eletrobras Distribuição Alagoas nesta quarta-feira (23). Eles levaram informações e explicaram como funcionam os descontos na conta de luz por meio das tarifas social e de irrigação.

A comunidade irá receber energia elétrica a partir do projeto de regularização de áreas onde o consumo de energia ocorre de maneira clandestina. De forma proativa, a distribuidora realizou a ação educativa e de orientação visando um melhor controle do uso da energia por parte dos moradores.

O promotor de justiça da comarca de Delmiro Gouveia, João Batista dos Santos, também participou da reunião e fez um apelo aos consumidores. “Sabemos que a comunidade é formada por pessoas de bem, que não querem infringir a legislação e vão se regularizar. A Eletrobras está aqui para trazer o progresso e contribuir para que vocês tenham mais qualidade de vida com segurança, disse o promotor”.

Foi o assistente da diretoria Comercial da Eletrobras, Almir Pereira, quem explicou aos moradores os critérios para ter o desconto tanto como cliente residencial, recebendo o benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), quanto da irrigação. “Apresentamos as simulações de consumo para eles, com o custo aproximado de pagamento mensal da conta de energia e as vantagens de se enquadrar como consumidor de irrigação. Agora pretendemos ser ainda mais assertivos, buscando a melhor tarifa para cada caso individualmente”, explicou Almir.

Os irrigantes atendidos em baixa tensão (sem transformador particular) podem ter direito ao desconto de 73% na tarifa de energia elétrica, quando usar as bombas de irrigação no horário reservado: das 21h30 às 6h.  Para ter acesso ao abatimento, o medidor deve ser exclusivo para a irrigação, não podendo ser compartilhado para medir o consumo da residência. Caso a energia seja utilizada fora do horário reservado, o preço da tarifa segue as regras de um cliente rural comum.

A Eletrobras também distribuiu cartilhas educativas com dicas de uso seguro, a fim de evitar acidentes com a rede elétrica; e de consumo consciente de energia, para que os novos clientes possam conhecer quais hábitos devem ser adotados no dia a dia, para não ter surpresa quando a fatura chegar.

REGULARIZAÇÃO – Por meio do projeto Energia+, a Eletrobras irá regularizar 130 unidades consumidoras no Povoado Caixão. Serão investidos cerca de R$ 600 mil com a instalação de 9,2m de rede de média tensão, 6km em baixa tensão e a implantação de 190 postes e além de 17 transformadores.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH