Cooperativas

18 de junho de 2020 14:58

Governo entrega EPIs e material de limpeza a cooperativas e associações de catadores

Serão distribuídas mais de 100.000 mil luvas, máscaras e álcool em gel, além de materiais de higiene e limpeza por seis meses

↑ Materiais de limpeza e EPIs auxiliarão na segurança dos catadores de coleta seletiva (Foto: Ascom Semarh)

No início de junho, o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), iniciou uma ação emergencial de auxílio às famílias de catadores das cooperativas e associações de materiais recicláveis. Mais de 300 cestas básicas já foram distribuídas, assistindo 20 municípios – auxílio que durará por seis meses. Esta semana, a secretaria começou a entregar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que vão auxiliar na segurança desses profissionais. Também com duração de seis meses, a ação distribuirá mais de 100.000 mil luvas, máscaras e álcool em gel, além de materiais de higiene e limpeza em 25 associações e cooperativas de 20 municípios.

Os materiais de limpeza – água sanitária, detergente e desinfetante – são destinados à higienização das unidades de triagem das cooperativas. “A Semarh já tem parceria com as cooperativas e associações há algum tempo. Esse é um trabalho que gera renda, emprego, e melhora a qualidade ambiental dos municípios que implantaram a coleta seletiva”, explicou o secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, João Paulo Tavares.

São beneficiados os municípios de Maceió, Coruripe, São Miguel dos Campos, Campo Alegre, Arapiraca, Palmeira dos Índios, Delmiro Gouveia, Piranhas, Quebrangulo, Marechal Deodoro, Poço das Trincheiras, Inhapi, Igaci, Craíbas, São José da Tapera, Maragogi, Coité do Nóia, Roteiro e Porto Calvo.

Desde o mês de março, quando o Governo do Estado decretou as medidas preventivas e de enfrentamento à Covid-19, muitas cooperativas de reciclagem tiveram que parar suas atividades total ou parcialmente. “O objetivo agora é auxiliar esses espaços na implementação de protocolos de higienização. Esses materiais são de extrema importância para que esses trabalhadores possam realizar a coleta seletiva de forma mais segura em seus municípios”, completou Tavares.

Fonte: Agência Alagoas / Texto: Alexandre Ferrari

Comentários

MAIS NO TH