Cooperativas

4 de janeiro de 2018 14:29

Projeto ‘Coleta Óleo’ reutiliza material para a produção de sabão

Iniciativa começou em 2011 e tem como foco diminuir a poluição dos rios alagoanos

↑ Todo o material é coletado periodicamente nos pontos fixos (Foto: Divulgação)

Há seis anos a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) vem tentando acabar com aquele que tem sido um dos maiores vilões quando o assunto é contaminação dos rios de nosso estado: o óleo de cozinha.

O projeto “Coleta Óleo: uma atitude, mil benefícios” nasceu em novembro de 2011 em parceria com a Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento, e tinha como objetivo recolher o material para diminuir a poluição.

Após a secretaria ter saído do projeto em 2015, a Companhia o reinventou através da reciclagem. Até agora, todo o material recebido pela Casal é entregue para a fabricação de sabão e detergente que funciona dentro do Sistema Prisional. O óleo que já foi utilizado na cozinha é a principal matéria prima nesse processo.

Todo o material é coletado periodicamente nos pontos fixos, que são os condomínios existentes na área atendida pela Unidade de Negócio Benedito Bentes, escolas públicas e lojas de atendimento ao cliente.

“A UN Benedito Bentes, com o intuito de aumentar ainda mais a participação da comunidade, está com o projeto da fábrica no Pratagy, ao lado da Loja de Atendimento ao Cliente, onde já temos compromisso firmado de cooperação com o Ifal Campus Benedito Bentes, com o curso de Logística e com a Cooperativa Cooprel, do Freitas Neto, que já possui todo o maquinário da fábrica e também entrará com a mão de obra para a fabricação do sabão”, explicou a gerente da unidade, Maria Aparecida Torres.

Maria ainda conta que graças essa nova fábrica, a unidade terá condições de receber o óleo coletado também por outros setores da Casal.

Reciclagem de outros materiais

Além da coleta de óleo, a Companhia também recicla, através de uma empresa terceirizada, os banners que não possuem mais utilização e, a partir do material, são feitos alguns brindes, como estojos e nécessaires que são distribuídos em palestras realizadas pela empresa.

“Essa é mais uma forma da Casal apresentar ao seu público medidas simples de conscientização ambiental. Fazemos dezenas de palestras e ações em escolas e comunidades ao longo do ano sobre uso racional da água e conservação do meio ambiente. Esse material que distribuímos como brinde é para mostrar como as coisas podem ser reaproveitadas, ao invés de serem descartadas no meio ambiente”, salientou a assistente social Viviane Barbosa, da Superintendência de Meio Ambiente e Qualidade do Produto (Sumaq).

Comentários

MAIS NO TH