Cidades

19 de abril de 2021 10:18

Funcionários do Sanatório voltam a protestar por salários, férias e vale-transporte

Trabalhadores mantém 30% do atendimento ao longo do dia, respeitando o que preconiza a Constituição em caso de movimentos grevistas

↑ Parte dos trabalhadores se concentrou em frente ao prédio onde funciona o hospital, no bairro do Pinheiro, em protesto contra o atraso nos vencimentos (Foto: Ascom sateal)

Os funcionários do Hospital Sanatório em Maceió, voltaram a realizar na manhã desta segunda-feira (19), uma manifestação na sede da unidade hospitalar para cobrar salários, férias e vale-transporte. Com faixas, os trabalhadores fecharam a principal via em frente ao estabelecimento, como forma de chamar a atenção de motoristas e transeuntes que passam pelo local devido ao descaso da direção do hospital com os mesmos.

De acordo com informações, os funcionários da enfermagem e outros setores do Sanatório estão há pelo menos 2 meses sem receber salários, férias e vales transportes. Só este ano, já é a segunda vez que os trabalhadores vão para a rua denunciar a situação.

O presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem no Estado de Alagoas (Sateal), Mário Jorge Filho, explicou a situação no Sanatório está cada vez mais insustentável e que a direção do hospital alega que aguarda os repasses da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), bem como a antecipação da verba indenizatória da Braskem, pelos danos causados pela extração de mineração na localidade.

Outra denúncia do sindicalista diz respeito à falta de recolhimento do lixo hospitalar. Segundo ele, por causa disso, centenas de bolsas de resíduos se amontoam em um espaço aos fundos, colocando em risco a vida de mais de mil trabalhadores, além dos pacientes em tratamento. “Tudo isso porque também o Sanatório não efetuou o pagamento da empresa”, frisou Mário jorge.

 

Fonte: Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH