Cidades

17 de outubro de 2019 10:19

Semarh fornece equipamentos para otimizar a limpeza das praias atingidas pelo óleo

Secretaria distribuirá 150 quites aos municípios atingidos pelo material

↑ Grupo Técnico de Acompanhamento (GTA) se reúne diariamente para discutir as providencias a serem tomadas para conter o problema. Imagem Dárcio Monteiro.

O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), está disponibilizando, nesta quinta-feira (17), kits de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) aos municípios do litoral alagoano para que possam otimizar a coleta do óleo que tem atingindo as praias alagoanas nos últimos dias.

Os primeiros kits serão levados ao município de Japaratinga, onde foi registrado uma grande quantidade de óleo em uma das praias, na última terça-feira (15). Dentre os equipamentos que serão disponibilizados para a retirada do material encontrado, estão ciscadores, pás, bombonas plásticas, carros de mão, botas, luvas, peneiras e mascaras de proteção, para que a remoção seja feita de forma adequada sem oferecer risco aos trabalhadores.

Somado aos trabalhadores dos municípios, um mutirão com mais de 100 pessoas envolvendo servidores da Semarh, do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL), do Corpo de Bombeiros e de outros órgãos e ONGs se farão presentes para auxiliar na limpeza das praias da cidade.

No final da tarde de ontem, quarta-feira (16), o Grupo Técnico de Acompanhamento (GAT) fará mais uma reunião para fazer um balanço das ações destes últimos dois dias e traçar mais um plano de atividades futuras.

O GTA é formado por representantes dos órgãos estaduais – Instituto do Meio Ambiente (IMA) e Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh); federais – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio); e Marinha – Capitania dos Portos. Contando ainda com o apoio das secretarias de meio ambiente dos municípios atingidos.

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

MAIS NO TH