Cidades

17 de setembro de 2019 17:39

Matuto de Luxo faz mais um show em AL depois de homenagens recebidas no Recife

Cantor se apresenta pela terceira vez este mês pelo interior, desta festa numa festa camponesa

↑ No começo do mês Gerado recebeu das mãos de Jorge de Altinho, o Disco de Ouro com homenagem de sua ex-gravadora

Quem se apresenta na noite desta quarta-feira,  num grande show musical em praça pública na cidade de Limoeiro de Anadia/AL, é forrozeiro alagoano Geraldo Cardoso, nacionalmente conhecido de Matuto de Luxo. Domingo, Geraldo fez show na festa de emancipação politica de Olho d’Água Grande, assim como na semana passada em Cacimbinhas. Pois sua apresentação agora em Limoeiro faz parte do projeto da Feira Agrária do Crédito Fundiário, evento articulado pelo Iteral– órgão ligado à Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura.

Aliás, esse mês de setembro vem sendo consagrado para a carreira artística de Geraldo Cardoso. É que a convite de uma gravadora pernambucana que chegou a produzir seus primeiros seis discos; desses, quatro CDs e dois de vinil, Geraldo Cardoso foi homenageado no Recife/PE, com dois Discos de Ouro, face a venda de 100 mil cópias do LP que tinha a música Baião Aceso; e o outro com a música Matuto de Luxo, além de um Disco de Prata por alcançar a venda de mais de 50 mil cópias de um de seus CDs. As entregas foram feitas pelos forrozeiros: Jorge de Altinho e Novinho da Paraíba.

Em se tratando  do projeto da Feira Agrária do Crédito Fundiário, a mais recente atração musical desse projeto foi o cantor Aldair José que se apresentou em Maceió (Praça da Faculdade) na primeira sexta-feira deste mês. Pois segundo o Iteral, a ação tem contribuído para o fortalecimento do escoamento da produção da agricultura familiar, valoriza o trabalho, e eleva a autoestima dessas famílias camponesas. “No mesmo espaço da feira, temos o melhor da agricultura familiar; comidas típicas, artesanato e apresentações artísticas. A feira tem sido um sucesso por onde tem passado”, revela Jaime Silva, diretor presidente do Iteral.

 

Fonte: Edmílson Teixeira

Comentários

MAIS NO TH