Cidades

12 de julho de 2019 14:27

Justiça determina bloqueio de contas ligadas à ONG Pata Voluntária

Magistrado atendeu pedido da PC, que apura envolvimento da ONG em estelionato

↑ ONG forjou assalto e integrantes foram detidas (Imagem: Reprodução/Instagram)

O juiz Rodolfo Osório Gatto Herrmann, da 6ª Vara Criminal de Maceió, determinou, nesta sexta-feira (12), o bloqueio de contas bancárias ligadas à ONG Pata Voluntária. O magistrado atendeu pedido feito pela Polícia Civil, que apura envolvimento da ONG no crime de estelionato.

De acordo com o inquérito policial, a presidente e outras duas integrantes da ONG noticiaram a ocorrência de um roubo no intuito de arrecadarem dinheiro para um abrigo de animais. Após o início da campanha, no entanto, a Polícia Civil apurou que o roubo não ocorreu.

Em depoimento, a investigada Nayane Petrúcia da Silva Barros disse que resolveram comunicar o crime para arrecadarem mais rapidamente dinheiro para a construção de um hospital.

Para o juiz, o bloqueio das contas bancárias utilizadas pela ONG se reveste de interesse público, levando-se em conta que o suposto estelionato teria vitimado inúmeras pessoas.

“Tal medida se mostra necessária a fim de salvaguardar os valores arrecadados em prol da ONG Pata Voluntária, evitando o esvaziamento do dinheiro adquirido, em tese, por meio da prática de crime de estelionato”, afirmou o magistrado.

Fonte: Dicom TJ/AL / Texto: Diego Silveira

Comentários

MAIS NO TH