Cidades

26 de junho de 2019 20:43

CadÚnico Itinerante atende comunidade no Santos Dumont

Cras Santos Dumont atendeu mais de 100 pessoas na manhã desta quarta

↑ Assessoria

A ação itinerante do Cadastro Único (CadÚnico), promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Maceió (Semas), no Cras Santos Dumont atendeu mais de 100 pessoas na manhã desta quarta-feira (26). Além de realizar o cadastro, a população pode fazer consultas e atualizações no Número de Identificação Social (NIS).

Segundo a coordenadora do CadÚnico em Maceió, Stephanie Cavalcanti, as ações itinerantes desafogam a central do cadastro no bairro do poço. “É uma forma de desafogar a nossa central e ficar mais próximo da população”, disse ela.

Dona Edite Maria Conceição de Lourenço foi até o Cras para renovar o NIS através do CadÚnico. “Eu gostei demais da ação e fui muito bem atendida, aproveitei para vir aqui renovar o meu NIS, que precisava de uma atualização. Eu recebo uma pensão por morte e não posso ficar sem esse benefício”, contou ela.

Para se inscrever no Cadastro Único, a família precisa ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal total de até três salários mínimos. É preciso que uma pessoa da família se responsabilize por prestar as informações de todos os membros da família para o entrevistador do CadÚnico. Esta pessoa – chamada de Responsável pela Unidade Familiar (RF) – deve ter pelo menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher. O Responsável Familiar faz a inscrição no CadÚnico, todos os dados apresentados são analisados e, comprovando-se o perfil desta família como de baixa renda, é emitido (num prazo de 15 a 30 dias) o Número de Identificação Social (NIS).

“Faremos esse trabalho diariamente em diversos bairros. Na sexta-feira (28), faremos mais uma ação do CadÚnico no Cras Dom Adelmo, no bairro do Prado”, disse o vice-prefeito e secretário de Assistência Social, Marcelo Palmeira.

Ainda segundo Palmeira, a ideia é atender toda a capital levando o Cadastro Único para todos. “Muita gente ainda não conhece os benefícios que tem direito. Nessas ações levamos até os bairros informações importantes”, concluiu ele.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH