Cidades

28 de março de 2018 10:43

Comtur discute demandas do setor turístico

A reunião contou com a participação de representantes do Senac,  Geilsa Martins Rocha, Sesc, Apolinario Junior, da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Vega Vergetti e Tiago Falcão, SMTT,  Jorge Bezerra e Silvio Marcelo, e Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Alagoas, André Santos

↑ Câmara Temática de Estruturação do Comtur em reunião na Secretaria de Turismo de Maceió (Foto: Ascom Semtur)

O Conselho Municipal de Turismo (Comtur) realizou, nessa terça-feira (27), mais uma reunião ordinária com empresários, representantes de associações e demais atores do segmento. Dessa vez, o encontro tratou de questões específicas da Câmara Temática de Estruturação, um dos grupos de atuação do conselho. Vinculado à Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), o órgão tem caráter deliberativo e funciona como uma instância de planejamento participativo na gestão local.

Entre as pautas discutidas no encontro, que aconteceu na sala de reunião da Semtur, estavam o funcionamento dos Centros de Atendimento ao Turista (CATs), o alinhamento entre a demanda e a oferta de qualificação para o setor turístico e, principalmente, questões relativas à frota de ônibus disponível em determinados dias e horários. Esta última foi discutida junto a representantes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), que participaram da reunião.

De acordo com a secretária adjunta Municipal de Turismo, Luciana Sagi, as câmaras temáticas promovem um espaço mais produtivo com os setores, além de ajudar a orientar melhor as discussões e encaminhamentos das demandas. “Tanto ouvir como cada instituição trabalha como repassar as informações sobre o funcionamento da secretaria e cruzar esses dados para ter, ao final, melhores serviços para a população e para o turista, tornam as reuniões das câmaras temáticas muito proveitosas. Isso mostra o quanto os diversos atores do turismo estão trabalhando para garantir a qualidade do serviço e o quão importante é trabalhar em conjunto”, avaliou.

CATs

Com o apoio da coordenação de Informações Turísticas, a Semtur apresentou aos membros do conselho o funcionamento dos CATs permanentes e itinerante – horários, locais, modo de abordagem aos turistas, materiais informativos distribuídos gratuitamente, pesquisas aplicadas e alguns números relativos ao atendimento nos centros.

Os esclarecimentos foram solicitados durante a reunião anterior, quando se questionou o horário de funcionamento dos equipamentos de informação permanentes, abertos das 8h às 17h. A restrição do tempo de atendimento por dia se deve ao fato da equipe ser formada majoritariamente por estagiários das áreas de hotelaria e turismo, que obedecem à legislação contratual do programa de estágio. No entanto, o CAT itinerante, instalado temporariamente durante a alta temporada e feriados na Feirinha da Pajuçara, funciona no período da noite, até às 21h. No caso da temporada de cruzeiros e eventos em que os centros são solicitados, o horário de funcionamento é flexível.

Oferta de cursos

Uma das principais demandas levantadas na reunião anterior, o alinhamento entre a oferta de cursos profissionalizantes para o setor turístico e as necessidades dos empresários obteve encaminhamento. Representantes do Senac e do trade turístico discutiram a viabilização de reuniões regionais para entender as demandas do setor e alinhar a oferta com as especificidades do segmento para uma maior absorção da mão de obra em formação.

Transporte

Outra demanda do setor turístico discutida na reunião foi a possibilidade do aumento da frota de ônibus nos fins de semana e período noturno para atender os profissionais que trabalham no segmento. Convidados para participar do encontro, os representantes da SMTT explicaram como funciona a adequação da frota ao fluxo de passageiros.

Além disso, ficou acordado que os empresários do setor turístico identifiquem, junto aos respectivos funcionários as principais necessidades em relação às linhas de ônibus. O levantamento será analisado pela SMTT, que poderá fazer alterações nos itinerários dos coletivos. A Superintendência repassou informações importantes sobre a Lei da Parada Segura, que obriga motoristas de ônibus a parar mais próximo dos locais onde as mulheres precisam descer; o aplicativo que informa a previsão de chegada dos ônibus, o CittaMobi; e horários e linhas de ônibus, que serão repassados na íntegra aos membros do conselho, assim como uma lista da Transpal com todos os pontos de reabastecimento dos cartões de acesso às passagens.

A reunião contou com a participação de representantes do Senac,  Geilsa Martins Rocha, Sesc, Apolinario Junior, da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Vega Vergetti e Tiago Falcão, SMTT,  Jorge Bezerra e Silvio Marcelo, e Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Alagoas, André Santos.

Fonte: Ascom Semtur

Comentários

MAIS NO TH