Cidades

9 de maio de 2017 11:46

Operações combatem irregularidades de trânsito e transporte em Maceió

Fiscalização também foi intensificada quanto ao respeito à faixa exclusiva das avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro

Ao longo da última semana, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Maceió realizou diversas ações para coibir práticas irregulares de transportes e infrações de trânsito nas principais vias da capital alagoana, onde tais condutas costumam ocorrer com maior frequência.

Agentes de trânsito da SMTT estiveram presentes na orla marítima e nas ruas Engenheiro Mário de Gusmão e Jangadeiros Alagoanos, além do Centro e Jatiúca, próximo ao edifício The Square, com foco no combate ao estacionamento irregular em vias públicas.

A fiscalização também foi intensificada quanto ao respeito à faixa exclusiva das avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro e à nova sinalização recém-implantada na Rua Professor Sandoval Arroxelas.

“A prática do estacionamento irregular muitas vezes compromete a mobilidade urbana e o fluxo das vias, enquanto o desrespeito à sinalização frequentemente pode provocar acidentes”, destaca o assessor técnico de Trânsito da SMTT, Wanderson Freitas.

Já na área de transporte, a SMTT deu continuidade à fiscalização de transportes complementares nas avenidas Durval de Góes Monteiro e Fernandes Lima, sendo visualizadas 49 infrações por excesso de passageiros e 41 notificações por situações diversas como parar em fila dupla e trafegar trazendo riscos para outros veículos.

A fiscalização de táxis teve como foco veículos em supermercados e shoppings, resultando em dois táxis recolhidos por falta do porte obrigatório e outros 17 veículos notificados por situações como dirigir sem estar registrado junto à SMTT e por problemas na documentação.

As operações de combate ao transporte escolar irregular ocorreram de forma educativa em escolas da parte baixa da cidade como Madalena Sofia, COC e Contato. Os pais de alunos foram abordados e informados sobre os perigos de se contratar um serviço irregular. Também foi verificada a documentação e o estado de conservação dos veículos.

Fonte: Ascom / SMTT

Comentários

MAIS NO TH