Brasil

23 de janeiro de 2021 18:50

Cidades registram manifestações pela vacina e contra Bolsonaro

Manifestantes pediram impeachment do presidente

↑ Em Maceió, a concentração aconteceu no Vergel - Reprodução

Manifestantes fizeram carreatas a favor da vacinação e contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em várias cidades do país neste sábado (23).

Parte dos participantes dos atos levou bandeiras de movimentos sociais, partidos políticos e entidades sindicais. Além de pedir “vacina já”, os manifestantes também pediram a saída de Bolsonaro.

Maceió

Na capital de Alagoas, o ato começou às 16h e teve concentração no Papódromo, no bairro do Vergel do Lago. O comboio passou pelas principais ruas da parte baixa da capital alagoana. O protesto deve ser finalizado no final da tarde no bairro de Jacarecica.

Além de faixas e bandeiras, os manifestantes usaram os vidros dos carros para protestar. Frases como “Fora Bolsonaro” deram o tom ao protesto.

Em alguns momentos houve buzinaço, mas o trânsito não chegou a ser prejudicado.

São Paulo

Na capital paulista, um grupo de manifestantes em carros se reuniu em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo no início da tarde deste sábado (23). Por volta das 15h, a carreata partiu em direção à Praça Franklin Roosevelt pela Avenida 23 de Maio, uma das principais vias da cidade.

O ato, que tem a participação de partidos, movimentos sociais e entidades sindicais, se posiciona a favor da vacinação contra a Covid-19 e contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, uma carreata a favor da vacinação e pedindo o impeachment do presidente começou próximo ao Sambódromo da Marquês de Sapucaí e seguiu por várias vias da cidade. Bicicletas, motos e carros realizavam o trajeto seguindo um carro de som.

Por volta das 12h20, a manifestação seguia na altura da Central do Brasil. O congestionamento de veículos chegou a tomar quatro quilômetros de via.

Brasília

Uma carreata em Brasília teve dois carros de som, e faixas pedindo o impeachment de Bolsonaro foram erguidas em frente ao Congresso Nacional. O grupo se concentrou no estacionamento da Funarte, por volta das 9h30, e seguiu para a Esplanada dos Ministérios.

O ato foi pacífico, segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), que acompanhou a manifestação. Os carros ocuparam duas vias da S1 do Eixo Monumental.

O ato teve a participação de partidos políticos, movimentos populares e sindicatos. O grupo também pediu pela valorização do Sistema Único de Saúde (SUS) e dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente durante a pandemia de Covid-19.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH