Cidades

15 de fevereiro de 2018 08:42

Nova tarifa de ônibus gera surpresa e reclamações

Reajuste no valor da passagem foi autorizada pelo prefeito Rui Palmeira

alberto da silva a calheiros 1 - Nova tarifa de ônibus gera surpresa e reclamações
↑ Alberto diz que com reajuste vai lhe faltar ao menos duas passagens no fim do mês (Foto: Adailson Calheiros)

O aumento na tarifa de transporte coletivo de Maceió para R$ 3,65 pegou muita gente de surpresa nesta quarta-feira (14). O reajuste foi autorizado pelo prefeito Rui Palmeira (PSDB) na última sexta-feira (9) e passou a vigorar na segunda-feira (12).

Foi com feições de espanto que Alberto da Silva, de 40 anos, recebeu a notícia de que a passagem aumentou R$ 0,15. Ele afirma que ao pegar o primeiro ônibus, no início da manhã, não notou a diferença por utilizar cartão eletrônico.

“Eu não testou sabendo [risos]. Não sabia que tinha aumentado. São R$ 3,65 agora? Vixe que estou sabendo agora. Eu peguei um ônibus subindo, mais cedo, mas uso o cartão da empresa e nem percebi que mudou o valor, nem prestei atenção. Agora a gente fica surpreso né? [risos]”, detalha.

Após o susto, Alberto reclama do valor de reajuste, o que segundo ele está acima de outros reajustes, como por exemplo, o salário.

“Mas com certeza vai fazer diferença, pelo menos para mim vai. Meu salário aumento R$ 40,00. Para você ter ideia o aumento no vale [refeição] foi de R$ 0,80. Se a gente fizer as contas vai ver como esses R$ 0,15 fazem diferença no fim do mês. Minha passagem que era para o mês todo por causa disso não vai dar mais, esse mês vai faltar pelo menos umas duas”, diz.

Outro pego de surpresa foi Rodolfo Barros, de 23 anos. Apesar de estar acompanhando as informações a respeito, ele conta que só soube do reajuste ao precisar pegar ônibus. Rodolfo avalia que o reajuste prejudica o cidadão.

“O mais prejudicado como sempre é o cidadão diante de tantos abusos. Se a gente tivesse um sistema de transporte público que funcionasse, ainda valeria a pena, mas são ônibus sucateados, infelizmente, e estão assim por ser uma frota pequena para atender toda a população que necessita de transporte. É um caos na cidade, um absurdo precisar de ônibus em Maceió”.

Para usuários, novidade não agrada

Para Andrea Mendes, de 30 anos, utilizar o transporte público quatro vezes ao dia vai “pesar no bolso”. Ela conta que não tinha certeza de quando o reajuste passaria a valer e que ao chegar ao ponto de ônibus percebeu a mudança.

“Eu soube que teria um reajuste, mas não quando entraria em vigor. Sei que é R$ 3,65. Já está valendo? Eu não sabia. Vou pegar meu primeiro ônibus hoje, e com certeza vai fazer diferença. Eu sou estudante, e nesse momento vai pesar ainda mais, porque minha carteira está suspensa. Vai fazer uma diferença grande no meu bolso. É pesado”, afirma.

jose romao dos santos a calheiros 3 288x300 - Nova tarifa de ônibus gera surpresa e reclamações

José Romão: “Ninguém pensa no trabalhador que, com salário mínimo, precisa pagar passagem, alimentação, roupa…” (Foto: Adailson Calheiros)

Quem também não gostou da nova tarifa foi José Romão dos Santos, de 40 anos. E resume a novidade: “Isso pega todo mundo de surpresa e logo depois do Carnaval. A gente se assusta. Porque qual o trabalhador que não se assusta quando precisa pagar mais?”, destaca.

“O mal é que ninguém pensa no trabalhador que, com um salário mínimo, precisa pagar passagem, alimentação, roupa… Para quem aumenta é bom. Mas no final do mês, quanto fica isso?”, reclama.

José Romão diz que vai precisar reforçar a estratégia de economizar: alternar o ônibus como transporte com a bicicleta.

“A minha sorte é que tenho bicicleta. Aí tem que usar a bicicleta quinze dias e os outros quinze dias andar de ônibus. É o jeito. Porque se for somar, no fim do mês não sobra nada”, reclama.

Fonte: Tribuna Independente / Evellyn Pimentel

Comentários

MAIS NO TH