Brasil

2 de novembro de 2017 12:14

Criança atingida por tiro na cabeça em casa no RJ segue em estado gravíssimo

Ele foi atingido por um tiro na cabeça quando brincava na sala de casa com os irmãos, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense

O menino Vitor Gabriel Leite Matheus, de 3 anos, segue internado em estado gravíssimo no Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Ele foi atingido por um tiro na cabeça quando brincava na sala de casa com os irmãos, em São João de Meriti. Médicos começaram os exames para verificar se a criança teve morte cerebral.

A criança foi baleada na noite de segunda-feira (30). Vitor Gabriel Leite Matheus estava na sala brincando com os irmãos, esperando o pai levá-lo para um churrasco que celebrava o aniversário da madrasta. O pai da criança contou que ouviu um estrondo e pensou que o filho tivesse caído do sofá. Ele encontrou Vitor caído com a cabeça sangrando.

“Só escutei um barulho, tipo uma bola estourando, barulho tipo uma bola de festa. Daqui a pouco eu olho e estava caído no sofá. Eu pensei que ele tinha caído do sofá e batido a cabeça”, contou Anderson de Oliveira, pai de Vitor Gabriel.

Apenas no Hospital da Posse o menino foi diagnosticado com uma bala na cabeça. “Quando ele chegou aqui rapidamente o levaram para uma tomografia e foi quando descobriram que era uma bala de revólver”, explicou Anderson.

Quando voltou para casa, Anderson de Oliveira viu que a bala que atingiu o filho entrou pelo telhado.

Na quarta-feira (1º), o diretor da unidade, o médico Joé Gonçalves Sestello, havia confirmado ao G1 que o estado do menino era extremamente grave. A bala havia atravessado um hemisfério do cérebro de Vitor e se alojou do outro lado.

Como o local onde o projétil ficou alojado era de difícil acesso, os médicos optaram por não mexer e apenas lavar, limpar e tirar o sangue, tirar toda a parte do edema.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH