Saúde

13 de fevereiro de 2020 10:10

Volta às aulas: confira dicas para uma lancheira saudável

A boa notícia é que oferecer lanches saudáveis e deliciosos é totalmente possível, basta ter organização

Com a volta às aulas, uma grande preocupação dos pais é como manter uma alimentação saudável em meio a correria do dia a dia, tirando das lancheiras dos pequenos os alimentos industrializados com altas taxas de açúcares, sal, gorduras, conservantes e corantes. A boa notícia é que oferecer lanches saudáveis e deliciosos é totalmente possível, basta ter organização.

“Planejamento e a organização na preparação dos alimentos são fundamentais para garantir uma lancheira saudáveis nos dias de aula”, afirma Anyara Souza dos Santos, nutricionista da Medicina Preventiva do Grupo São Francisco, que faz parte do Sistema Hapvida.

Segundo ela, é a falta de planejamento aliada à correria do dia a dia que faz com que muitos pais optem em comprar comidas industrializadas ou oferecer dinheiro para a compra do lanche na cantina do colégio. “O problema é que, na maioria das vezes, estas opções possuem grande quantidade de açúcares e gorduras”, comenta.

Por isso, na hora de montar a lancheira, a nutricionista traz algumas dicas, como: substituir alimentos industrializados por versões integrais e com menos teor de sal e açúcar; ao oferecer sucos naturais, o ideal é escolher frutas com maior tempo de oxidação, como manga, abacaxi, goiaba, maracujá e acerola; e ao invés de comprar batata frita ou bolacha recheada, optar pelos cookies integrais e mix de castanhas, que são mais saudáveis.

“Com opções saudáveis e coloridas, a hora do lanche pode se tornar divertida e, ao mesmo tempo, nutritiva”, explica Anyara. “Quanto à quantidade, essa deve ser a mesma que a criança consome em casa, pois mesmo se tratando de alimentos saudáveis a quantidade deve ser maneirada para que ela não fique sobrecarregada”, completa.

Pode e não pode

Anyara explica que a lancheira perfeita deve conter: uma fonte de proteína (iogurte, queijo ou leite, por exemplo), um carboidrato (pães, bolos, biscoitos, cereais) e uma fruta ou leguminosa, sempre acompanhados de bebida para hidratar.

“As crianças precisam de nutrientes essenciais para crescer de forma saudável. Por isso, devem levar lanches nutritivos para escola, até mesmo para terem um melhor rendimento escolar. No entanto, a hora do recreio deve ser saborosa, divertida e atraente”, pondera.

Por outro lado, a nutricionista reforça que alguns alimentos devem ser evitados nas lancheiras, sendo eles: frituras, pizza, cachorro quente e hambúrgueres. “Todos possuem muitas gorduras e são lanches de difícil digestão, o que pode prejudicar o aprendizado.”

Além destes, Anyara diz que refrigerantes, biscoitos recheados e bolos com recheio e cobertura são ricos em açúcar. “O consumo destes alimentos na hora do lanche faz com que a criança tenha fome novamente em pouco tempo, o que aumenta a irritabilidade e a dificuldade em se concentrar nas aulas. Por isso, também devem ser evitados”, conclui.

Dicas

Para ajudar os pais na melhor escolha dos alimentos que irão compor a lancheira dos filhos, a nutricionista do Grupo São Francisco sugere algumas combinações de lanches saudáveis. Confira as dicas abaixo:

Opção 1: uvas sem caroço + sanduíche de pão integral com patê de atum + suco de goiaba, feito em casa e sem açúcar.
Opção 2: mini sanduíche de pão com queijo branco cremoso e geleia natural de morango + suco de frutas naturais.
Opção 3: saladinha de frutas da estação + suco integral + ovos de codorna.
Opção 4: tomatinhos-cereja com quadradinhos de queijo + uma fruta ou suco natural.
Opção 5: Pão ou torradas integrais com 1 fatia de queijo branco ou frango desfiado ou uma colher de café de geleia sem açúcar 100% fruta + suco natural.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH