Interior

15 de setembro de 2018 09:37

Rota Ecológica vira destino para casamentos de luxo

↑ Um dos espaços mais procurados para casamentos é a Capela dos Milagres, na Praia do Marceneiro (Foto: Thomaz Japiassú / Reprodução)

Se você sonha em se casar numa praia onde o mar é azul turquesa, a areia fina e branca e possui vastos coqueirais, não é preciso pegar um avião para o Caribe. Este cenário pode ser encontrado em solo brasileiro, na alagoana Rota Ecológica dos Milagres. Os três municípios da região vêm ganhando cada vez mais relevância no mercado de “destination weddings”. Não à toa, foi o lugar escolhido por muitos famosos, como o humorista Whinderson Nunes.

Localizado a menos de duas horas de Maceió, a Rota Ecológica tem praias paradisíacas e tornou-se um destino desejado por turistas e noivos do Brasil e do exterior. Por ser um local estilo despojado e pé na areia, com casinhas simples, pousadas de charme, atrativos naturais, rusticidade e o fato de ser uma região nova no mercado de casamentos. Desde o ano passado a região oferece várias opções para casamento, de capelas aos hotéis e pousadas locais.

Um dos espaços mais procurados para casamentos é a Capela dos Milagres, localizada na Praia do Marceneiro, que num ambiente muito charmoso, oferece uma estrutura tanto para a cerimônia quanto para a recepção, chamada de Santuário. São dois espaços cobertos, banheiros e uma casa que funciona como cozinha nos eventos. Nessa capela muitos famosos e gente nada conhecida, mas com dinheiro em contas bancárias, foi o local escolhido para o sim.

Mas outras opções para realizar casamentos é o conjunto de pousadas e hotéis da região, que estão investindo nessa ideia: Pousada do Toque, Amendoeira, Côte Sud, Riacho dos Milagres, Pousada do Sonho, Pousada Villa Pantai e o Hotel Angá, em São Miguel dos Milagres e nas

pousadas Borapirá, Beijupirá, Casa Patacho e Pousada Patacho, em Porto de Pedras, onde a ideia começa a ganhar força. Mas antes de marcar a data do casamento, contudo, recomenda-se entrar em contato com os estabelecimentos para saber a disponibilidade deles na época desejada.

Rota dos Milagres possui mais de 100 pousadas

E é bom ficar atento, também, à questão da acomodação dos convidados. A Rota dos Milagres dispõe de mais de 100 pousadas, muitas de charme, com capacidade total para pouco mais de 600 pessoas.

Se o casal sonha em fazer uma cerimônia pé na areia, é importante conferir a disponibilidade dessa ideia, já que há normas municipais que regulam a prática.

É importante checar a tábua das marés para escolher o horário ideal e lembrar que na região o sol começa a se pôr às 17 horas. E você já está sonhando com o seu casamento vale ficar atento: maio, junho e julho são os meses com maior probabilidade de chuva. Por isso, o período de setembro a março surge como o ideal.

Se você já está pensando nas atividades que irá fazer com seus convidados nos dias que antecedem o casamento, saiba que a região não deixa a desejar neste quesito. Praias longas, sombreadas por coqueiros e protegidas por recifes, que formam piscinas naturais fantásticas. Entre as imperdíveis, nos quase 30 quilômetros de costa formados por São Miguel dos Milagres, Passo de Camaragibe e Porto de Pedras, aparecem Marceneiro, Toque, Porto da Rua, Patacho Lage e Tatuamunha.

Sonho vira realidade no paraíso em Alagoas, Pernambuco e Bahia

Arquipélago de Fernando de Noronha e Carneiros, Porto de Galinhas e Paiva, no litoral de Pernambuco; São Miguel dos Milagres, em Alagoas e Trancoso, na Bahia, além de figurarem entre os principais e mais belos destinos turísticos do Brasil, ditam uma tendência de lugares escolhidos pelos amantes para o tão aguardado momento de pronunciar o “sim” definitivo de suas vidas. Junto com eles, além dos convidados, evidentemente, tem sido cada vez mais frequente a ida de especialistas que cuidam dos mínimos detalhes da cerimônia, da roupa à maquiagem e o penteado, passando pelos doces e bolo da festa.

Quem pensa em se casar e nunca sonhou com uma celebração em um paraíso aqui na Terra? De fato, alguns lugares paradisíacos são próprios para esse tipo de evento, porém, por estarem longe do domicílio dos noivos e de suas respectivas famílias, o controle sobre a situação é bem mais delicado. É aí que entram em cena os anjos da guarda profissionais. Ou, mais precisamente, os profissionais anjos da guarda.

No bairro de Piedade, município de Jaboatão dos Guararapes (PE), a fábrica de doces finos, bolos e lembrancinhas para eventos sociais Marly & Lucinha Cascão, mantém o aperfeiçoamento da tradição de mais de meio século da família, de origem portuguesa, nesse ramo de negócio. A empresa, que teve seu início propriamente dito há mais de meio século, transforma em realidade as receitas passadas de geração em geração.

São Miguel dos Milagres, no Litoral Norte, é destino mais sonhado por noivos, suas famílias e amigos (Foto: Igor Couto / Reprodução)

Atualmente sob o comando da chef Lucinha Cascão, o ateliê é reconhecido em todo o Brasil por seus incríveis doces e bolos.

O sabor e o requinte em doces finos diferenciados e nos mais variados estilos são a marca da qualidade da empresa. Lucinha explica que o perfil mais comum de seu cliente é o de um consumidor que deseja tornar seu casamento mais íntimo. Geralmente, pessoas do Sudeste do País, de Brasília e do Recife. “Primeiramente, esse cliente quer fazer um casamento na praia. É o sonho. É um público diferenciado, que quer um casamento com um roteiro de charme”, constata.

 

Doce precisa resistir à festa na praia

Chef Lucinha Cascão e sua mãe, Marly, da Oficina do Açúcar (Foto: Arquivo pessoal)

É aí que entra a experiência de uma empresa como o ateliê comandado por Lucinha e sua mãe, Marly. “Para o casamento na praia, temos que ver o doce que resiste e o que não resiste. O chocolate, por exemplo, é muito sacrificado no calor, porque geralmente os casamentos na praia são na época do verão. Como aqui no ateliê temos 90 variedades de doces, é fácil para nós mostrarmos para o cliente quais resistem a esse momento”, explica.

A Marly & Lucinha Cascão – Oficina do Açúcar, teve origem com a bisavó da cake designer, mas oficialmente foi fundada pela avó, em 1960. Com tamanha experiência, Lucinha transformou o ateliê em uma fábrica com 33 funcionários diretos. “Fazemos tudo aqui no ateliê com procedimentos. O mais difícil a Marly & Lucinha Cascão – Oficina do Açúcar já conseguiu: o reconhecimento do público. É uma grande alegria”, comemora.

Outros serviços bastante requisitados para os casamentos em paraísos naturais são os de maquiagem e cabeleireiro. Tanto que há profissionais que atendem mais a noivas fora de seu domicílio do que em seu próprio salão. É o caso de Erick Sgobe, empreendedor do Monde Design Urbain, que possui duas lojas na capital pernambucana, uma no shopping Paço Alfândega, no Bairro do Recife, e outra no bairro do Parnamirim, na Zona Norte da cidade.

Fonte: Sucursal Litoral Norte / Claudio Bulgarelli

Comentários

MAIS NO TH