Esporte

12 de janeiro de 2019 13:28

ASA enfrenta o Flamengo de Arcoverde no Fumeirão

↑ Ciel vai vestir a camisa 99 do ASA nesta temporada e estreia acontece neste sábado em Arapiraca (Foto: Ascom ASA)

Neste sábado o ASA encara o Flamengo de Arcoverde com uma novidade. O atacante Ciel estreia seu número da sorte. O craque aos olhos da torcida alvinegra mirou no número 99 e se tornou sua marca no futebol.  Ciel vai vestir a camisa 99. Ela não estava pronta na sua estreia no amistoso contra o Confiança-SE semana passada.

O atacante estreou 2019 com a camisa número 10. Assim, Ciel marcou seu primeiro gol pelo ASA, no Estádio Proletário Sabino Ribeiro. Agora ele se vestirá como gosta. Como se sente à vontade em campo. E como a torcida do Gigante de Alagoas quer ver. Quem vier ao Estádio Coroacy da Mata Fonseca, a partir das 17h, verá.

Após os treinos esta semana no campo do Fumeirão, Ciel contou a história da camisa 99. Tudo começou com a inspiração que teve com o ídolo Ronaldo, o fenômeno. Depois Ciel ultrapassou a fronteira do país e partiu para os Emirados Árabes. Por lá, o se tornou ídolo vestindo a camisa 99.

“Foram oito anos de muita luta e história. Conseguimos dois títulos. Fiz 14 gols e 12 assistências com a 99. Minha vida mudou”, revelou. Ciel tem um histórico polêmico. A fama trouxe muitos amigos de farra, bebidas e muita diversão. Dinheiro também. Mas, o garoto de Caruaru quase que se perdeu com tudo isso. E a vida de um jogador quase é encurtada. Ciel parou. Largou a bebida e as badaladas festas da vida. Segundo ele, encontrou Jesus. Ciel se converteu.

Fonte: Redação / Tribuna Independente

Comentários