Economia

25 de abril de 2017 18:57

Dólar fecha acima de R$3,15 de olho na reforma da Previdência

Na véspera, a moeda norte-americana caiu 0,97%, negociada a R$ 3,1267 na venda

O dólar fechou em alta nesta terça-feira (25), com o mercado atento à cena política doméstica, sobretudo ao andamento da reforma da Previdência no Congresso, com os investidores temerosos que a medida possa não ser aprovada no Congresso Nacional, avalia a Reuters.

A moeda norte-americana subiu 0,79%, negociada a R$3,1515 na venda.

Ao longo do dia, o câmbio chegou a bater R$ 3,16. A decisão do PSB vem poucos dias antes da votação do parecer da reforma na comissão especial da Câmara, que deve ocorrer no dia 2 de maio. Até lá, a cena política ainda prevê dias de manifestações populares contrárias às novas regras.

“O receio é de que outras siglas governistas sigam o mesmo exemplo”, afirmou a Advanced Corretora em relatório.

Temer decidiu exonerar seus ministros com mandato de deputado quando for marcada a votação da Previdência e, pelo menos por enquanto, manter o ministro do PSB e trabalhar com a parte da bancada socialista que diz apoiar as reformas.

A alta do dólar ante o real também era justificada pelo início da briga pela formação da Ptax – taxa do Banco Central que baliza vários contratos cambiais.

Cenário externo

O mercado internacional acompanha a promessa de reforma fiscal nos Estados Unidos. O presidente americano, Donald Trump, disse que anunciará nesta semana um grande plano de reforma fiscal e redução de impostos.

Há expectativa de que reduza a alíquota de imposto de renda corporativo para 15%, segundo a Reuters.

O Banco Central realiza nesta sessão novo leilão de até 16 mil swaps cambiais tradicionais – equivalentes à venda futura de dólares – para rolagem dos contratos que vencem em maio

Na véspera, o dólar caiu 0,97%, negociada a R$ 3,1267 na venda. No mês, o dólar tem alta de 0,43%. Já no ano, a moeda acumula desvalorização de 3,78%.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH